✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Faltou sorte e atenção

Após um primeiro tempo muito disputado, onde a forte marcação foi a tônica da partida, com 25 faltas, as equipes de Vasco e Bahia voltaram para a segunda etapa buscando o gol e coube ao Vasco abrir o placar logo aos 3 minutos, em boa jogada de ataque pela direita.

Robinho deixou a bola passar para Alex Teixeira, que driblou o zagueiro Nen e bateu cruzado. Rogério, que vinha chegando, tentou cortar, mas acabou mandando a bola contra suas próprias redes. O Vasco tocava bem a bola e novamente pela direita, por pouco não ampliou o placar aos 8 minutos, quando Paulo Sérgio dominou e girou batendo de canhota quase encobrindo ao goleiro Marcelo, que conseguiu salvar fazendo uma bonita defesa.

Quando estava melhor na partida, o Vasco acabou sofrendo o gol de empate depois que a defesa falhou por total falta de atenção na marcação. Em escanteio cobrado por Leo Medeiros pela direita, aos 19 minutos, Nen chegou livre de marcação, subiu mais alto que Vilson e testou para as redes cruzmaltinas. Embalado por sua torcida, o Bahia quase virou o placar aos 23 minutos, quando Reinaldo Alagoano arrancou pela esquerda e bateu cruzado. A bola tocou em Fernando Prass e Vilson afastou o perigo.

Aos 30 minutos, Leandro do Bahia, que já tinha cartão amarelo, entrou duro em Adriano e foi expulso. Logo em seguida, Carlos Alberto, entrou no Vasco no lugar de Elton. O Vasco seguia melhor na partida e ia pressioando o Bahia, quando aos 35, o goleiro Marcelo por pouco não levou um frango, em cruzamento de Ramon. Três minutos depois Adriano chutou de dentro da área e a bola bateu no travessão. Aos 39, Adriano driblou o goleiro e podia tocar para Carlos Alberto que estava livre, mas preferiu chutar e Evaldo, em cima da linha, salvou o gol.

A partida ficou emocionante. O Bahia deu o troco aos 40, em cabeçada de Rogério. Fernando Prass salvou para escanteio e novamente Nem, de cabeça, acabou marcando o gol da virada baiana, aos 41. No último minuto, Carlos Alberto, quase empatou em cobrança de falta, mas definitivamente a sorte não estava do lado do Vasco, que acabou perdendo um jogo onde poderia ter conquistado uma vitória tranquila, não fosse a falta de sorte nas finalizações e a falta de atenção de sua defesa.

2 comentários:

  1. A série B está bem disputada, e a gangorra do sobe e desce no G4 continua! O Vasco jogou bem, mas perdeu muitas chances e foi castigado!

    ResponderExcluir
  2. Com certeza Deco! Quem não faz, acaba levando. Perdemos um jogo que estava ganho por falta de atenção.

    ResponderExcluir