✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

"Quem não faz, leva"

Pois é meus amigos! O Vasco conheceu a sua primeira derrota jogando em casa, na série B, e foi para o Ceará, por 2 a 0, o mesmo placar que o Vasco tinha vencido aos nordestinos no primeiro turno no Castelão. Jogando sem cinco titulares, o time de São Januário não conseguiu chegar as redes adversárias, frustrando os quase 30 mil torcedores que compareceram ao Maracanã.


Alex Teixeira esteve sempre bem marcado pelos jogadores do Ceará

Depois de ter pressionado todo o primeiro tempo, onde os cruzmaltinos perderam chances incríveis de gol, acabamos perdendo um jogo que parecia facil devido a falhas da nossa defesa. O Vasco começou bem no jogo, logo aos cinco minutos, Paulo Sérgio cobrou falta da esquerda, e o goleiro Lopes fez uma grande defesa, espalmando para escanteio; aos oito, Enrico recebeu um ótimo passe de Adriano, entrou na área e chutou por cima do gol do Ceará. Aos 21, Gian bateu falta da entrada da área e a bola passou raspando o gol de Lopes. Quatro minutos depois, Adriano avançou pelo meio-campo e arriscou de fora da área, a bola desviouu na zaga e por pouco não entrou.

Em seguida, os vascaínos tiveram mais três chances de marcar. Na primeira, aos 33, Adriano passou por três adversários e chutou para grande defesa de Lopes. Aos 36, Gian cruzou para Vilson, que chutou da marca do pênalti, a bola bateu na zaga e saiu. Aos 37, após cobrança de escanteio, Gian cabeceou e o goleiro defendeu novamente, evitando o gol cruzmaltino. O Ceará só teve uma chance de marcar com Wellington Amorim. Aos 42, Geraldo cruzou na cabeça do atacante, que tocou à direita de Fernando Prass.

No inicio do segundo tempo, o Vasco teve a primeira chance de abrir o marcador. Paulo Sérgio cobrou falta da entrada da área, e a bola passou por cima do goleiro Lopes. O Ceará assustou em um jogada de Vilson. O jogador tentou afastar a bola e quase fez contra. Fernando Prass fez a defesa.

Aos 13, os cruzmaltinos quase marcaram. Enrico cruzou na cabeça de Alan Kardec, que cabeceou nas mãos de Lopes. Cinco minutos depois, Vilson num lance bisonho, perdeu a bola para Jorge Henrique, que tocou para Wellington Amorim na marca do pênalti, o atacante chutou, a bola ainda bateu no goleiro Fernando Prass e entrou: Ceará 1 a 0.

Depois de sofrer o gol, os vascaínos foram pra cima do Ceará, tentando empatar o jogo a todo custo, mas a falta de jogadores como Carlos Alberto, Aloisio, Élton, Fagner e Nilton faziam com que o Vasco não se organizasse em campo. Por outro lado, o Ceará, após o gol, passou a atuar nos contra-ataques. E foi em um desses lances, aos 40 min, que os visitantes aumentaram o placar. Geraldo fez uma ótima jogada e passou para Mota. O atacante só precisou desviar para marcar: Ceará 2 a 0.

Realmente não era noite do Vasco, tivemos varias chances de gol e não marcamos, enquanto o Ceará que veio ao Rio com uma proposta clara de se defender, soube utilizar bem o contra ataque e aproveitar as falhas da nossa defesa para vencer o jogo. É como diz o velho ditado: "Quem não faz, leva". Méritos para os comandados de Paulo César Gusmão, que souberam se defender e atacar no momento certo.

5 comentários:

  1. Um Vasco muito desfalcado contra um Ceará extremamente dedicado a parte tática! Os 2x0 foram merecidos, e o Vasco voltará a se recuperar em breve! Abs!!

    ResponderExcluir
  2. Apesar do Ceará tá jogando bem eu não esperava essa derrota do Vasco, no Maracanã.

    ResponderExcluir
  3. Eu também, não esperava por essa derrota. Mesmo jogando com o time bem desfalcado, o Vasco tinha que vencer em casa. Mas o futebol é uma caixinha de surprêsas. Não adianta criar-mos oportunidades de gol e não convertê-las, futebol é bola na rede e nesse quesito o Ceará foi mais competente e em dois contra ataques, conseguiu fazer aquilo que o time do Vasco não fez, gols.

    ResponderExcluir
  4. Roberto,não assisti o jogo,mas li seu relato e acredito que a maxima do futebol esteve em campo,quem não faz toma,o futebol não perdoa erros,ele é implacavel.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Por sorte nossa o Atlético GO, empatou com o Bragantino em 2 a 2 e o Vasco continua na liderança isolada da série B. No mais é aguardarmos o jogo de sábado com o Atlético GO. Saudações vascaínas!!

    ResponderExcluir