✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

O drama de Cabañas


O paraguaio Salvador Cabañas, segue em coma induzido


Depois de realizar uma cirurgia delicada e não poder retirar a bala calibre 22 de sua cabeça, Cabañas respondeu bem as primeiras 24 horas do pós operatório. O jogador está em coma induzido na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Los Angeles Pedregal e, de acordo com a junta médica, as 72 horas seguintes serão muito importantes para se saber o futuro do jogador.

Segundo o boletim médico, o projétil provocou um edema no cérebro do jogador. Cabañas está sendo alimentado por uma sonda, mas responde a estímulos. “Seu cérebro não está tão inflamado como poderia se supor, além disso ele respondeu a alguns estímulos. Mudanças favoráveis aconteceram e o principal é que não piorou”, disse o cirurgião Ernesto Martínez, que realizou a cirurgia.

O embaixador paraguaio no México, Carlos Riveros, esteve no hospital e afirmou que o atacante já percebe que está recebendo visitas.
A Procuradoria Geral de Justiça do México prendeu ontem uma bailarina cubana que teria sido o motivo da briga entre o atacante paraguaio Salvador Cabañas e o empresário José J. Balderas Garza, principal suspeito de ter dado um tiro na cabeça do jogador do América do México, carrasco de Flamengo e Santos na Libertadores de 2008.

Imagens da câmera de segurança do bar onde o jogador foi ferido mostram a ação de dois homens e uma mulher loira conversando com um deles. Segundo a Promotoria, trata-se da dançarina cubana. Com ela o cunhado de Cabañas teria conversado durante a noite. Segundo o delegado Miguel Ángel Mancera, até agora a hipótese mais forte é de que Garza tenha tirado satisfações, e Cabañas tenha tomado as dores do cunhado, gerando a discussão no banheiro.

Ontem à noite, a Procuradoria exibiu o vídeo do sistema de segurança, quando dois homens entram no banheiro. Apenas um deles sai e fica na frente da porta conversando com a loira. Cabañas e sua esposa passam por eles e se separam. A mulher se despede do homem e este entra novamente no banheiro, onde encontraria Cabañas e seu suposto agressor, José Garza.

“Não temos dúvida de que nesse espaço de tempo (Cabañas) recebeu o tiro”, afirmou Mancera, confirmando o contato entre a bailarina cubana e o agressor. “Ela nos disse que ‘El JJ’ (apelido de Garza) era cliente assíduo do lugar há pelo menos dois anos e que já o havia visto em outra ocasião”.

O delegado informou que além de Cabañas e o agressor estavam no banheiro um segurança de Garza e um faxineiro. O funcionário do bar disse apenas que escutou uma discussão entre Cabañas e o agressor.

A situação clínica de Cabañas ainda não permite qualquer avaliação definitiva sobre o seu futuro no futebol. Mas ouvido pelo jornal “El Universal”, o neurologista Rogelio Luna afirmou que qualquer que seja o dano ao cérebro causado pelo tiro, o paciente precisa de ao menos um ano para recuperar habilidades psicomotoras, o que já descartaria a presença do atacante na Copa do Mundo da África do Sul.

“Se a lesão for no lobo posterior pode afetar a região do córtex que controla o movimento do lado direito do corpo, chegando até a paralisar os membros. Uma pessoa pode mudar aspectos de sua personalidade, pela reorganização do córtex frontal após o reparo de lesões”, explicou o médico.

Ontem, o presidente da Conmebol, o paraguaio Nicolás Leoz, expressou sua preocupação pelo estado de saúde do atacante da seleção de seu país. “É uma lástima. Toda família do futebol sul-americano está solidaria e torce pela recuperação de Cabañas”.

Agora só nos resta pedir a Deus que Cabañas se recupere e que não tenha nenhuma sequela. Creio que mesmo os rubro negros e santistas, estão torcendo pelo seu pronto reestabelecimento. Rivalidades a parte, nessa hora temos que ser solidários a esse jogador que é mais uma vítima da violência que impera em todo mundo.

2 comentários:

  1. É impressionante a falta de Deus no coração de certas pessoas. O dia em que o ser humano entender o quanto é importante estar em sintonia com Deus, poderemos ver o amor vencer o ódio e a violência. Aqueles que não crêem e não conhecem os designos de Deus, não são dignos do seu amor. Que um dia possamos ter um mundo sem violência e com mais amor pelo nosso semelhante. Força Salvador Cabañas, Deus está com vc.

    ResponderExcluir
  2. Lamentável tanta violencia e intolerancia, paz aos homens de boa vontade e com Deus no coração venceremos. Cabañas deveria ter aceitado a proposta do Vascão e isso não teria acontecido.

    Abraço
    Jeferson

    ResponderExcluir