✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Vasco joga com garra e vence Flu por 3 a 0.


Carlos Alberto, o nome do jogo, comemora o 2º gol do Vasco com Dodô


Em meio a uma crise que culminou com a saida do treinador Vagner Mancini, após a derrota de quarta feira para o Americano, os vascainos entraram em campo sem poder pensar em outro resultado que não fosse a vitória.

E quis o destino que a noite de domingo, no Maracanã, fosse coroada com uma grande vitória cruzmaltina por 3 a 0 sobre o Fluminense, trazendo o Vasco de volta ao 2º lugar do seu grupo.

A contusão sofrida por Jéferson no início do 1º tempo fez com que Carlos Alberto entrasse em campo antes do tempo previsto. A principio o capitão vascaíno só entraria no 2º tempo, pois segundo os médicos, ainda não reunia condições físicas para disputar os 90 minutos.

O jogo começou com os tricolores trocando passes, enquanto os vascaínos esperavam um erro do adversário para chegar ao ataque. Aos 8 minutos, o jovem Philippe Coutinho aplicou lindo drible em Cássio e foi derrubado na entrada da área, mas Nilton desperdiçou a cobrança de falta.

Aos 13, Jéferson sentiu uma lesão na coxa e deu lugar a Carlos Alberto. A entrada do meia cruzmaltino mexeu com seus companheiros dentro de campo. Demonstrando um grande poder de superação, Carlos Alberto parecia não sentir os quatro jogos em que ficou fora do time, devido a uma contusão na perna esquerda.

Com a entrada do capitão, os cruzmaltinos passaram a utilizar mais os contra-ataques. E foi assim que, aos 17, Philippe Coutinho partiu em velocidade, entortou Leandro Euzébio e quando ia entrar na area, foi desarmado por Everton com um chutão para trás, quase marcando contra. Rafael bem colocado salvou o gol.

Aos 21, em mais uma boa jogada individual do ataque vascaíno, Carlos Alberto balançou o corpo na entrada da área e chutou com perigo. Aos 27, Diguinho fez boa jogada e tocou para Alan dentro da área. O atacante chutou cruzado rente a trave direita de Fernando Prass.

Aos 30, Mariano chutou prensado e a bola passou por cima do travessão. Pelo lado cruzmaltino, Coutinho se destacava e aos 32, depois de boa jogada obrigou Rafael a fazer uma grande defesa em chute de fora da área. O jogo prosseguiu em ritmo lento até o final do 1º tempo que terminou com o placar em branco.

Para a segunda etapa, o Vasco voltou bem mais ofensivo. Com Carlos Alberto, Philippe Coutinho e Elton liberados para atacar, os cruzmaltinos foram pra cima com tudo, em busca da vitória. Aos 5, Elton finalizou com um belo voleio da entrada da área. Depois, Coutinho e Souza também tentaram o gol, mas foi aos 13 minutos que Philippe Coutinho cobrou escanteio e Thiago Martinelli desviou na pequena área para o fundo das redes, fazendo Vasco 1 a 0.

Após o gol, o Fluminense veio ao ataque e Alan chutou forte da entrada da área para boa defesa de Fernando Prass. Aos 25, Coutinho driblou dois adversários e chutou forte por cima do gol. Dois minutos depois, Conca chutou forte na cobrança de falta e Titi cortou de cabeça. Aos 32, Rafael Carioca tentou recuar para o goleiro e deu um presente para Alan, que chutou pra fora.

Aos 35, Leandro Euzébio fez falta dura em Dodô, e foi expulso. Com um a menos o Fluminense virou presa facil para o Vasco. Aos 42, Dodô ampliou o placar. Depois de receber um passe em velocidade, de Carlos Alberto, deixou Gum para trás e tocou em baixo das pernas de Rafael, fazendo Vasco 2 a 0. Aos 45, depois de grande jogada de Carlos Alberto, Fagner recebeu na área, e finalizou com um chute cruzado fechando o placar em 3 a 0, para os cruzmaltinos.

Ao final do jogo, Carlos Alberto, estava bastante cansado, mas comemorava com muita alegria a vitória do Vasco, num jogo onde ele teve participação decisiva no seu resultado.

O exemplo de superação do capitão cruzmaltino mostrou o quanto esse atleta é importante para o time. Os quatro jogos em que o Vasco não venceu, Carlos Alberto não estava em campo.

5 comentários:

  1. Fala Roberto, como jogou bola o Carlos Alberto ontem hein?! Jogou muita bola o nosso capitão. Ainda tem gente que ousa falar que ele não faz falta ao time. Vi um time vibrador e organizado taticamente, coisa que há muito tempo não via no Vascão. A equipe de ontem me lembrou aquela vibrante da Série B, que mesmo sem ser brilhante conseguia empolgar e levar o torcedor ao estádio.

    Apesar do resultado, temos que manter os pés nos chão e se concentrar apenas na partida do próxima quarta contra o ASA-AL em São Janu. Acredito que sairemos vencedores, mas temos que jogar bem outra vez!

    Abraços

    Carlos Junior

    OBS: Achei teu blog agora de novo por coincidência...rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. A vitória de ontem nem o mais otimista diria que o Vasco iria aplicar uma goleada de 3 no Flu.

    Eu particularmente achei maravilhoso o Vasco deslanchar em cima de um time grande neste momento tão ruim que a equipe está passando, mais realmente não ganhamos nada e temos um jogo que pode parecer fácil contra o ASA-AL, mais não é, temos que tomar muito cuidado, pois já fomos eliminados da competição por várias vezes por times como este, rs.

    Dalhe Vascão e um abraços a todos os Vascaínos, "O SENTIMENTO NÃO PODE PARAR"

    O brigado pelo espaço Roberto

    Waldir_wtfjv

    ResponderExcluir
  3. Na verdade nem eu mesmo esperava por essa reação do Vasco, estou satisfeito e orgulhoso do meu time.

    ResponderExcluir
  4. Brother e não é que queriam derrubar o Mancini mesmo? Ninguém "desaprende" a jogar futebol, bastou Mancini cair e o time jogou novamente, Gaúcho usou o mesmo esquema do Mancini e basicamente os mesmos jogadores, mas acertou nas substituições na hora certa, acho que continuaremos com Gaúcho na reta final do Estadual e próxima fase da copa do Brasil, técnico novo só no brasileirão.

    Abraço
    Jeferson
    Blog do Vascão

    ResponderExcluir
  5. Esse sim é o Vasco da Gama que queremos ver! Jogando com garra, determinação e partindo pracima do adversário. Gaúcho pode ser sim o nosso treinador, ele é prata da casa e conhece o Vasco como poucos. Parabéns pelo seu blog Roberto, ele é de muito bom gosto. Nele podemos observar que vc tem muito amor pelo nosso Vasco da Gama!!

    ResponderExcluir