✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Vasco e Prudente, na Colina, sob clima tenso


PC desabafa em coletiva dizendo estar decepcionado.

Após os boatos envolvendo a saída de PC Gusmão, observamos que o clima definitivamente não está bom em São Januário. O treinador cruzmaltino em meio as especulações, se mostrou incomodado com a situação, e fez um desabafo na véspera do jogo de hoje a noite, contra o Grêmio Prudente, em São Januário.


Mesmo após ouvir a diretoria dizer que não pensa em mudanças, o técnico deixou claro que está sem clima para continuar no ano que vem. Resta a dúvida se PC vai ter ambiente para continuar até o fim do Brasileiro ou se teremos novidades já nos próximos dias.

Quando PC Gusmão assumiu o comando do time, tinha apoio irrestrito do presidente Roberto Dinamite. No entanto, após a arrancada que tirou o Vasco da zona de rebaixamento, houve uma queda brusca de rendimento, que minou o grande sonho de todos no clube, de conquistar uma vaga na Libertadores.


Além disso, PC enfrentou vários problemas de relacionamento com o grupo. Ele bateu de frente com lideranças do elenco, parte da diretoria e integrantes do departamento médico. Assim, o trabalho do treinador passou a ser questionado. Sua permanência até o meio de 2011, quando termina seu contrato, que era dada como certa, agora está condicionada a uma reavaliação quando terminar o Brasileiro.


PC não usou a palavra “despedida”, mas já projetou que não deve continuar, independentemente do que aconteça. “Estou incomodado e decepcionado, mas são situações minhas. Não tenho apego a cargo material e nem cheguei aqui por ser amigo de alguém".


"Vou continuar o meu trabalho com o empenho de sempre, mas, independentemente de ficar ou não, as pessoas têm de planejar o ano que vem. Só penso em entregar o Vasco da melhor maneira possível para que quem for dirigir o Vasco tenha um desempenho melhor. Não é despedida, é realidade”, desabafou PC, visivelmente emocionado.

O diretor de futebol Rodrigo Caetano conversou com PC após a entrevista e reafirmou a posição de que não pensa em mudanças. O presidente Roberto Dinamite demonstrou surpresa e também falou com o treinador por telefone. O dirigente não sentiu PC querendo sair. “Ele garantiu estar apenas chateado.

Um comentário:

  1. OLá!!!
    Estou passando aqui para dizer que estou sorteado uma linda caixinha de boneca de biscuit.

    Participe!!!

    http://robertaasouza.blogspot.com/


    Beijoss

    Roberta Souza

    ResponderExcluir