✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Vasco perde muitos gols e sofre derrota em casa

Fabio sai para abafar Éder Luis 
Éder Luis dribla Fabio
Sem goleiro,  Éder Luis perde o gol


Jogando em casa pela 7ª rodada do Brasileirão, o Vasco perdeu para o Cruzeiro em um jogo atípico. Os gols perdidos pela equipe cruzmaltina no 1º tempo mudaram totalmente o curso da partida. Na 2ª etapa, o time mineiro abriu o placar em cobrança de escanteio e depois fez do contra ataque a sua arma para conquistar a vitória por 3 a 0.

Para quem não assistiu, principalmente o 1º tempo, não tem ideia do que foi o jogo, onde o resultado de 3 a 0 não retratou a realidade da partida. Porem o futebol não perdoa, e mais uma vez o dito popular, " Quem não faz leva ", se fez presente, transformando um jogo que parecia normal em uma derrota por um placar anormal.


O Jogo

Pela 3ª partida consecutiva, o atacante vascaíno dribla o goleiro adversário e não faz o gol. Logo aos 10 minutos, Éder Luis passou por Fabio, ajeitou e chutou para fora. Sem ser ameaçado pelo time do Cruzeiro, que jogava todo recuado, o Vasco se aproveitava da velocidade de Éder Luis para criar suas jogadas de ataque.

Em mais um lance de perigo, Éder Luis serviu a Alecssandro que ajeitou a bola mas finalizou muito mal; no outro lance Éder driblou dois zagueiros, mas na hora de chutar, foi travado pelo goleiro Fabio, que impediu o gol.

No segundo tempo, a história mudou. Logo aos 07 minutos, Fernando Prass tentou driblar um atacante adversário e acabou jogando a bola para escanteio. Na cobrança, os zagueiros bobearam e Leandro Guerreiro, subiu livre para marcar de cabeça o 1º gol do Cruzeiro. Desnorteado, o time do Vasco avançou, mas não conseguiu criar grandes oportunidades até o final da partida.

O técnico Ricardo Gomes ainda colocou Ramon e Elton nos lugares de Márcio Careca e Alecssandro, mas pouco mudou. Leandro que entrou na vaga de Eduardo Costa, criou uma das poucas oportunidades do Vasco no 2º tempo, quando cruzou na área para Diego Souza que cabeceou para fantástica defesa de Fabio.

Com o jogo perto de terminar, o placar de 1 a 0 parecia estar consolidado, mas eis que veio o pior. Aos 43 min, em contra ataque, Montillo foi lançado pela esquerda e deu uma caneta em Dedé, fazendo um bonito gol. Para piorar a situação, já nos acréscimos, o zagueiro Dedé fez pênalti em Ortigoza. Roger bateu e fechou o placar em 3 a 0.

Ao final da partida Felipe declarou: "O resultado é mentiroso e não traduz o que foi o jogo. Criamos muito, dominamos no primeiro tempo, mas acabamos errando na hora de finalizar. No 2º tempo, eles conseguiram um gol no início e nos esperaram para jogar no contra-ataque. Seguimos em cima, mas eles aproveitaram duas chances no final".

Um comentário:

  1. Com certeza, o futebol não perdoa, e mais uma vez o dito popular, " Quem não faz leva ", se fez presente, transformando um jogo que parecia normal em uma derrota por um placar anormal.

    ResponderExcluir