✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Vasco empata no final, em jogo de ataque contra defesa

Élton e Fagner comemoram o gol de empate no final da partida

Vasco e Bahia empataram em 1 a 1, nesta quinta feira, em São Januário. O Bahia abriu o placar logo no inicio e o Vasco empatou no final. Os gols da partida foram marcados por Reinaldo para o Bahia, e Élton para o Vasco, já nos acréscimos. O placar de 1 a 1 fez justiça ao time carioca que perdeu inúmeras chances de gol.

A cada rodada do Brasileirão, estamos assistindo jogos em que o time visitante, entra em campo única e exclusivamente para não perder. Os treinadores, talvez para garantir o emprego, escalam suas equipes, totalmente fechadas, arriscando ir a frente, somente em contra-ataques esporádicos, num verdadeiro jogo de ataque contra defesa.

E foi exatamente isso que vimos ontem, em São Januário. Foram 06 finalizações do Bahia, contra 34 finalizações do time do Vasco,ao gol de Marcelo Lomba, que saiu de campo como herói do jogo. O torcedor ainda se ajeitava na cadeira quando o Bahia abriu o placar, em contra-ataque puxado por Ávine, aos 4 minutos. O lateral cruzou rasteiro, Souza protegeu a bola e tocou para Reinaldo fazer, Bahia 1 a 0.

A partir daí, O Vasco foi pra cima encurralando o adversário, e teve sua primeira oportunidade com Eder Luis. Depois de receber passe de Felipe, o camisa 7 chutou forte por cima do gol. logo a seguir,foi a vez de Felipe, que novamente, levou perigo ao gol de Marcelo Lomba num chute cruzado.

O Vasco era só pressão. Dentro da área, Felipe colocou Rômulo na cara do gol, mas o zagueiro Paulo Miranda foi mais rápido. Livre de marcação, Juninho Pernambucano também deu trabalho ao goleiro do Bahia após dar um chute de efeito.

Aos poucos, Marcelo Lomba foi virando o nome do jogo, enquanto o time do Vasco ia se especializando em perder gols. Aos 39 minutos, Alecsandro rolou para Diego Souza, que sozinho, chutou por cima. Em seguida, foi a vez de Alecsandro chutar, e também errar o alvo.

Na etapa final, o Vasco continuou pressionando. Juninho cruzou na área e Marcelo Lomba defendeu no susto. Neste lance, Dedé foi puxado pelo zagueiro Paulo Miranda, mas o árbitro ignorou o pênalti. No contra-ataque, o Bahia quase ampliou com Reinaldo, mas Fagner salvou na hora certa.

Ricardo Gomes colocou Bernardo, e o Vasco melhorou. Aos 20, Juninho cobrou falta e Lomba salvou. No rebote, o Reizinho tentou de novo e, mais uma vez, o goleiro espalmou e caiu em campo, pela terceira vez pedindo atendimento. Juninho perdeu a paciência e foi cobrar do juiz: "Isso é a maior vergonha do futebol". Lomba levou cartão amarelo.

O jogo já se aproximava do final, mas o time do Vasco não desistia. Até que aos 49 min, houve falta na lateral. No lance, Márcio Careca deu um tapa num jogador do Bahia e acabou sendo expulso. Na cobrança de Juninho, Dedé disputou com Tite, a bola sobrou para Bernardo que cabeceou para a pequena área, Elton subiu e testou para empatar a partida, para alívio da torcida cruzmaltina.

2 comentários:

  1. Creio que já está mais do que na hora do RG entender, que não dá para jogar com apenas um volante de marcação e que Marcio Careca não pode ser titular no Vasco. Afinal, pra quê contrataram o Julinho do Avaí? Por ironia do destino, O Marcio Careca foi expulso, e agora o RG vai ter que colocar Julinho em seu lugar. Falando sobre o nosso meio de campo, com Juninho e Felipe em campo, o time ganha em qualidade, mas perde na marcação. Com isso os laterais tem que ficar mais presos para evitar os contra ataques e o time acaba fazendo poucas jogadas pelas laterais do campo. Ontem o Bahia "achou" um gol de contra ataque logo no inicio do jogo, e depois se entrincheirou atrás dificultando as ações dos cruzmaltinos, que sem jogadas pelos flancos, acabavam afunilando o jogo, e esbarrando na forte retranca armada por Renê Simões. O RG tem que rever seus conceitos e voltar a jogar com dois volantes, pois com Juninho e Felipe no meio, o time fica com pouco poder de marcação.

    ResponderExcluir
  2. Seu Blog é show de bola amigo, eu tbm sou Vascão e sempre estarei por aqui.

    Abraço

    ResponderExcluir