✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Vasco e Coritiba reeditam final da Copa do Brasil



Passados três meses, Vasco e Coritiba se reencontram após a final da Copa do Brasil, nesta quinta feira, em São Januário. Apesar dos vascaínos não encararem o jogo como uma revanche, do lado adversário a coisa não é bem assim. A perda do título nacional, dentro do Couto Pereira, ainda está viva na memória dos jogadores do Coxa.

A tensão que envolve a partida é revelada pelo goleiro Fernando Prass: "O sentimento deles é diferente do nosso. Acabamos com o sonho deles de levantar um título nacional que não vem desde 1985. Agora não vale título, mas terá um sabor especial para eles", analisou o goleiro, que ganhou projeção nacional atuando pelo time paranaense, clube que defendeu por quatro anos.

"Converso com amigos de Curitiba e eles me passam o clima e as informações. A derrota na final da Copa do Brasil marcou muito para eles e, hoje, o jogo terá um gosto diferente", destacou Fernando Prass, bicampeão estadual com o Coxa e que almeja outros títulos com a camisa do Vasco.

Já o técnico interino Cristóvão Borges minimiza o sentimento de vingança por parte do adversário e ressalta que o time paranaense vem embalado no Campeonato Brasileiro.

"O Coritiba será um adversário difícil, porque vem de uma boa vitória diante do Corinthians. Uma vitória como essa deixa a equipe motivada. Claro que a lembrança da Copa do Brasil ainda existe, mas não acho que venham pensando em revanche", afirmou o auxiliar de Ricardo Gomes.

Cristóvão, porém, liga o sinal de alerta da equipe após a goleada de 4 a 1 sofrida no fim de semana para o lanterna América-MG e diz que as lembranças da Copa do Brasil podem motivar o rival de hoje.

"Os erros do jogo passado, não podem ser repetidos É preciso mais atenção da nossa parte. O Coritiba é uma grande equipe, tem bons jogadores e vem fazendo bons jogos. Precisamos ter cuidado redobrado", advertiu.

Com dúvidas para escalar a equipe, Cristóvão conta com a volta de Dedé, que estava com a seleção, e o retorno de Jumar, recuperado de dores na panturrilha esquerda, mas não terá os lesionados Julinho e Alecsandro. Elton vai continuar formando dupla de ataque com Eder Luis.

Um comentário:

  1. Creio que será um jogo muito disputado. Não vejo como uma revanche, mas sim como um confronto entre duas grandes equipes que vão brigar pelos três pontos a todo custo.

    ResponderExcluir