✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Vasco tropeça e perde chance de ser líder do Brasileirão

André Dias, ex-vascaíno, foi o destaque do jogo com dois gols

Em uma tarde irreconhecível, o Vasco foi derrotado pelo América-MG, por 4 a 1, em Sete Lagoas, Minas Gerais. Com o resultado, o time comandado pelo interino Cristóvão Borges perdeu a chance de chegar à liderança, já que o Corinthians também perdeu o seu jogo.


De olho na liderança, o Vasco começou a partida indo para cima do América com Diego Souza. O camisa 10 chutou cruzado, raspando a trave de Neneca. O clima seco e o sol forte castigavam os jogadores, que diminuíram o ritmo. Até que aos 19 min, André Dias aproveitou uma bola alçada na área, e entrou nas costas do lateral Fagner, tocando para o fundo da rede.


O América ainda comemorava o gol quando o zagueiro Otávio acertou Diego Souza na linha da grande área. Sandro Meira Ricci marcou falta ao invés de pênalti. Mas para quem tem Juninho Pernambucano, falta na entrada da área é quase pênalti. O meia bateu com perfeição e empatou aos 21 minutos.


O calor continuava forte e o árbitro parou a partida aos 26 minutos para os atletas se hidratarem. A parada acabou esfriando o futebol do Vasco e o América se aproveitou disso. Aos 42 min, em mais um lance infeliz, Fagner cometeu pênalti em André Dias. Kempes cobrou no meio do gol e fez 2 a 1 para o América.


Após o intervalo, os dois times passaram a jogar abertamente, com chances dos dois lados, mas o América estava muito inspirado. Aos 13 min, após boa tabela com Kempes, Marcos Rocha saiu na cara de Fernando Prass e deu um toquinho por cima do goleiro, ampliando o placar para 3 a 1.


Cristóvão Borges ainda tentou mudar o panorama do jogo colocando Bernardo, mas de nada adiantou. A tarde era de André Dias. Em mais uma tabela envolvendo a defesa cruzmaltina, que sofreu muito com a ausência de Dedé e Anderson Martins, o atacante chutou de curva, tirando a bola do alcance de Fernando Prass, para fechar o placar em 4 a 1, para os mineiros.


Era o fim da escrita, que já durava 37 anos. Se o resultado foi ruim para os vascaínos, pelo menos, para um torcedor supersticioso pode ter sido um bom sinal. A última vez que o Vasco perdeu para o América-MG, foi em 1974, e naquele ano, o time carioca acabou conquistando o título de campeão brasileiro.

Um comentário:

  1. A defesa cruzmaltina, falhou em pelo menos três, dos quatro gols sofridos, e o resultado não podia ser outro. As ausências de Dedé (servindo a seleção), Julinho (contundido)e Anderson Martins (vendido ao Catar), foram determinantes na derrota para o América-MG.

    ResponderExcluir