✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Defesa do Vasco vacila e La U empata no final

Bernardo fez o gol do Vasco no empate contra a Universidad

De um lado, o Vasco, campeão da Copa do Brasil e na disputa pelos títulos da Copa Sul-Americana e do Brasileiro. Do outro lado, a Universidad de Chile, com uma campanha irretocável, defendendo uma invencibilidade de 28 jogos. As duas equipes confirmaram a expectativa de um grande jogo em São Januário que terminou com o empate em 1 a 1 pelas semifinais da Sul-Americana. Para avançar à decisão, o Vasco precisa vencer ou empatar por pelo menos dois gols, em Santiago.

Sem Diego Souza, suspenso, e Eder Luis, machucado, o técnico Cristóvão Borges novamente mostrou a capacidade de reinventar o Vasco, com a entrada de Bernardo e Allan. Muito se esperava de Lorenzetti, sacado ainda antes do intervalo, mas o banho de bola saiu dos pés de Allan e Felipe no primeiro tempo. Na troca de passes, eles criavam espaços e confundiam a marcação.

E foi dessa forma, que Felipe acabou deixando Elton de frente para o gol. O centro avante cruzmaltino até que finalizou bem, mas a bola explodiu no travessão do goleiro Jhonny Herrera.

O gol vascaíno saiu aos 33 minutos, Allan tentou passar para Elton, mas a bola desviou em Aránguiz e sobrou limpa para Bernardo, que invadiu a área e chutou cruzado para colocar o Vasco em vantagem, para delírio da torcida cruzmaltina.

A La U tentava responder, na maioria das vezes pelos pés do talentoso Vargas, que deu muito trabalho para Jumar pela esquerda, mas o Vasco estava bem postado em campo e encerrou o 1º tempo com a vitória parcial de 1 a 0.

Na volta do intervalo, o ritmo diminuiu. O Maestro Felipe cansou, e Cristóvão teve que substituí-lo, optando por reforçar a marcação no meio de campo. Coube a Juninho armar e cadenciar o jogo, mas os cruzmaltinos sentiram o esforço de disputar duas importantes competições. Foi quando os chilenos começaram a gostar do jogo e saíram em busca do empate.

E foi aos 33 minutos que a sorte sorriu para La U. Após cobrança de falta sobre a área, Prass saiu mal do gol, se chocando com Renato Silva. Osvaldo González se aproveitou da falha de marcação e entrou livre, desviando de cabeça para empatar a partida.

Com o gol, os chilenos aumentaram o ritmo, mas foram neutralizados pela defesa cruzmaltina. O Vasco ainda esboçou uma reação tentando desempatar através da bola parada, com Juninho Pernambucano acionando a Alecsandro por duas vezes, mas o goleiro chileno estava atento e o placar ficou mesmo em 1 a 1.

Ao final da partida, a torcida aplaudiu o time, reconhecendo o esforço dos jogadores e já de olho no clássico de domingo, diante do Fluminense, pela penúltima rodada do Brasileirão.

2 comentários:

  1. O time do Vasco, mesmo desfalcado de Éder Luis e Diego Souza, fez um grande 1º tempo, onde poderia ter saído com uma vantagem maior. Na 2ª etapa o time cansou e a saída de Felipe e Élton, deixou o time muito previsível, o que fez com que o adversário viesse em busca do empate, que acabou saindo numa falha da defesa. Creio que dificilmente conseguiremos a vaga lá no Chile, mas futebol é imprevisível, tudo pode acontecer.

    ResponderExcluir
  2. parabens meu amigo roberto seu blog muito show de bola meus parabens meu amigo

    ResponderExcluir