✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Demolidor é uma boa opção para o Vasco no 2º turno

Tenório terá oportunidade de jogar na Taça Rio
Personalidade ele tem de sobra. No entanto, por não ter sido inscrito a tempo para disputar a Taça Guanabara, o equatoriano Carlos Tenório não teve oportunidade de mostrar o seu futebol. Enfim regularizado e pronto para estrear, agora o camisa 11 é uma das novidades do Vasco, que deve se repaginar para a Taça Rio. Além dele, Eder Luis e o apoiador argentino Matias Abelairas devem ficar à disposição do técnico Cristóvão Borges. E Tenório não esconde a empolgação por finalmente poder ser aproveitado.

Camisa 11, eternizada por Romário, o atacante equatoriano, que já pode ser escalado quarta-feira contra o Bonsucesso, em São Januário, acredita que o treinador vai ter mais opções a partir de agora. Segundo ele, o grupo é qualificado e todos querem ajudar.

“Em um grupo forte como é o do Vasco, temos de estar preparados para as oportunidades. É importante dar opções ao treinador. É difícil quando se tem poucos atletas disponíveis. O técnico precisa da gente e a gente dele. Tenho muita vontade de jogar, mas ainda preciso de ritmo. Temos de jogar e falar menos de agora em diante. O que dita o momento são os resultados em campo. Cada um tem sua personalidade e caráter. Quero títulos e vou fazer de tudo para conquistá-los”, disse o jogador.

E Carlos Tenório, que gosta de ser chamado de ‘Demolidor’, deixa claro que não quer derrubar seu concorrente. O jogador garante que tem lugar para ele e para Alecsandro juntos no time.

“Não tem nenhum inconveniente. Nem para mim nem para o Alecsandro. Me movo muito, tenho muita velocidade e força. Isso pode ajudar na mobilidade dele também. Todos estamos aqui para ajudar o time e pensamos no melhor para o Vasco. Não tenho problema de atuar ao lado do Alecsandro”, afirmou o equatoriano, confiante na recuperação da equipe na Taça Guanabara.

O atacante ainda elogia o trabalho de Cristóvão Borges. “Os defeitos só aparecem nas derrotas. Mas o time também erra quando vence. Não acredito que ter perdido a final vai mudar o trabalho. O futebol é feito por homens e o Vasco tem muitos jogadores experientes. Estamos juntos e vamos para a frente. Cristóvão terá mais opções agora”, ressaltou.

Nenhum comentário: