✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Em situações opostas, Vasco e Fluminense fazem o clássico da rodada

Alecsandro e Fred travam um duelo de artilheiros
Vasco e Fluminense disputarão um clássico em situações distintas, na tabela e nas finanças. O Gigante da Colina é o primeiro do Grupo B, está a uma vitória de garantir a classificação antecipada às semifinais da Taça Guanabara, mas há algum tempo tenta acertar suas finanças. Já o Tricolor com elenco milionário, está com salários em dia, mas é o terceiro colocado, e ainda tenta subir na tabela. Promessa de espetáculo garantida, neste domingo, às 19h30, no Engenhão.


Para se ter uma ideia da diferença, a soma dos salários de Fred, Deco, Thiago Neves, Rafael Moura, Rafael Sobis, além do técnico Abel Braga, se aproximaria do valor da parcela do patrocínio do Vasco com a Eletrobrás que o clube tenta liberar na Justiça: R$ 3,5 milhões.

Em São Januário, a derrota inesperada para o Nacional do Uruguai na estreia na Libertadores gerou questionamentos e, na tentativa de dar a volta por cima o mais rapidamente possível, o técnico Cristóvão Borges acena com a possibilidade de mudar o esquema para três zagueiros.

Embora o clube tenha se esforçado e quitado parte das dívidas, o salário de dezembro continua atrasado. O profissionalismo dos jogadores, porém, continua intacto. Mesmo sem receber em dia, o grupo decidiu voltar a concentrar para reencontrar o caminho da vitória e basta uma para o clube se garantir nas semifinais da Taça Guanabara.

Do outro lado, entretanto, o técnico Cristóvão Borges sabe que terá um dos elencos mais fortes do futebol brasileiro. “O conjunto é muito forte”.

Com o salário em dia, o Fluminense vai se esforçar para justificar o alto investimento feito pela sua patrocinadora. Embora a Libertadores seja o sonho de consumo do clube, o Campeonato Carioca não será deixado de lado. A premiação de cerca de R$ 1,5 milhão tem tudo para incentivar ainda mais o grupo. No entanto, a sensação de acabar com o jejum no Estadual, que dura desde 2005, não tem preço. Com ou sem dinheiro, Vasco e Fluminense prometem fazer um grande espetáculo.


Fonte: O Dia online

Nenhum comentário: