✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Vasco pode definir o futuro dos rivais na Taça GB, diante do Boa Vista

Time do Vasco é o único 100% no Carioca
Único clube já classificado para a semifinal da Taça Guanabara, garantido como primeiro lugar no Grupo B, o Vasco, com 100% de aproveitamento até o momento na competição, entra em campo neste sábado, às 19h, no Engenhão, tranquilo. No entanto, terá o poder de mudar o futuro de seus principais concorrentes ao título. O resultado com Boavista determinará se Fluminense terá chances matemáticas de se classificar e, consequentemente, apontará o adversário de Flamengo e Botafogo, que dependem só de si, na próxima fase.


Com 18 pontos, sete de diferença para o segundo colocado, o Boavista, o técnico Cristóvão Borges se dá ao luxo de poupar alguns jogadores e vai escalar um time misto logo. Porém, o comandante do Gigante da Colina nem pensa em um possível tropeço. Segundo o técnico, os jogadores são profissionais e não vão beneficiar alguma outra equipe.

“Tudo é questão de ponto de vista. A gente, quando entra em campo, tem o compromisso com a vitória. Pois é o resultado que nos moraliza. Independentemente de qualquer coisa, de entrar com time misto ou não, sempre vamos nos entregar totalmente em campo. O Vasco não joga mais ou menos. O Vasco joga com tudo”, garantiu o treinador.

E Cristóvão aproveitou para minimizar o fato de o Vasco ainda ter chance de ser campeão com 100% de aproveitamento.

“Já percebemos que podemos ser campeões vencendo todos os jogos e, por isso, vivemos uma ansiedade natural. Temos de administrar isso para não nos atrapalhar. Temos de jogar cada partida por vez”, afirmou.

No mesmo discurso do técnico, o goleiro Fernando Prass, um dos mais experientes do grupo, também falou sobre o assunto. Para ele, o Vasco não tem a responsabilidade de decidir o futuro dos outros clubes grandes, pois os rivais também vão precisar fazer a parte deles.

“Não decidimos nada sozinhos, pois os outros clubes precisam vencer antes de pensarem no nosso resultado. Nós já somos os primeiros do grupo e a gente vai buscar a vitória sem pensar nos rivais. Existem quatro equipes grandes e, por isso, não podemos escolher quem vamos enfrentar na próxima fase. As chances de clássico sempre vão ser grandes na semifinal e na final”.

Nenhum comentário: