✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Botafogo vence misto do Vasco com três gols de Fellype Gabriel

Juninho perdeu pênalti na hora da reação
O Botafogo não pôde contar com Loco Abreu, vetado por sentir dores musculares. Porém, o substituto do atacante roubou a cena e brilhou na vitória do Alvinegro por 3 a 1 sobre o Vasco, neste domingo, no Engenhão. Em noite inspirada, Fellype Gabriel mostrou o faro de artilheiro de Loco e fez os três gols que deram a vitoria ao Botafogo.

No sábado, quando a tendência era a de que começasse o jogo no banco de reservas, Fellype Gabriel disse que seus amigos sempre brincavam que ele fazia gols no Vasco. No clássico, o meia-atacante cumpriu a profecia e foi o dono do jogo e da vitória alvinegra.

Na próxima rodada da Taça Rio, o Botafogo recebe o Duque de Caxias, no sábado, no Engenhão. No domingo, o Vasco encara o Resende em São Januário. Antes, porém, o Gigante da Colina tem o Libertad pela frente, nesta quarta-feira, pela Copa Libertadores. O Fogão também entra em campo no mesmo dia pela Copa do Brasil e vai enfrentar o Treze.

O Botafogo tentou pressionar o Vasco, que poupou titulares de olho na Libertadores, no início do jogo, mas viu o rival assustar: Dieyson cruzou, mas Diego Souza não alcançou. O clássico ficou equilibrado.  Antônio Carlos cabeceou com perigo aos 18 minutos. O Gigante da Colina respondeu com Fellipe Bastos em cobrança de falta, mas Jefferson defendeu em dois tempos.

A estrela de Fellype Gabriel começou a brilhar ainda no primeiro tempo. Aos 33, o meia-atacante completou cruzamento de Elkeson com um chute no ângulo de Fernando Prass: 1 a 0. Quatro minutos depois, Elkeson tocou Fellype Gabriel, que, com categoria, ampliou.

O Vasco voltou com William Barbio no lugar de Allan. E o Gigante da Colina começou o segundo tempo a todo vapor e dimuniu aos dois minutos. Fellipe Bastos cobrou falta no ângulo de Jefferson: golaço.

Os cruzmaltinos partiram para o ataque e pressionou o Botafogo, mas parou em Jefferson, que defendeu chute cruzado de Eder Luis. Douglas cabeceou rente ao travessão. O clássico ficou aberto. Foi a vez de Oswaldo de Oliveira mudar e colocar Jobson na vaga de Herrera.

Jobson ameaçou aos 21, mas a noite era de Fellype Gabriel. O meia-atacante mostrou oportunismo e só empurrou para a rede após jogada de Jobson: 3 a 1 Botafogo.

O Vasco tentou voltar para o jogo e teve um pênalti a favor: Márcio Azevedo fez falta dentro da área em Fagner e o árbitro João Batista de Arruda marcou o pênalti. Juninho bateu e Jefferson defendeu.

Eder Luis quase marcou, mas a bola passou perto da trave de Jefferson. O Vasco não teve forças. O Botafogo administou o resultado e aguardou o apito do juiz para comemorar a vitória no clássico.

Nenhum comentário:

Próximos jogos