✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Assista os jogos do seu time no "Futebol ao Vivo" ✠ Seja também um Sócio Torcedor do Gigante da Colina ✠ Clique na aba "Sócio Gigante" e inscreva-se no programa de sócio torcedor do C. R. Vasco da Gama ✠
Clique na Imagem

Botafogo supera o Vasco e é campeão da Taça Rio

Loco Abreu fez dois gols na vitória Alvinegra
O esquema ofensivo do Botafogo deu certo, garantindo o título da Taça Rio. Fellype Gabriel supriu à altura, a ausência de Renato, e no ataque, Loco Abreu mostrou por que é artilheiro, fazendo dois gols. Agora o Botafogo vai enfrentar o Fluminense no próximo domingo no Engenhão, pela decisão do título Estadual. Enquanto isso, o Vasco mira suas atenções na Copa Libertadores e não há tempo para se lamentar, pois enfrentará o Lanús, pelas oitavas de final, já nesta quarta-feira.

Mal o jogo começou, o Botafogo não deixou o Vasco respirar e abriu o placar logo aos três minutos, num lance inusitado, onde a gandula alvinegra teve participação direta, repondo a bola com tanta pressa para Maicosuel cobrar o lateral para Marcio Azevedo, que entrou nas costas da defesa cruzmaltina e cruzou para Loco Abreu, que livre de marcação, só empurrou a bola para a rede, surpreendendo os vascaínos.

O Gigante da Colina tentou dar a resposta quatro minutos depois. Eder Luis recebeu passe de Felipe e chutou cruzado, mas a bola foi para fora. O Botafogo não sentia a falta de Renato, fora da final por uma contusão. Fellype Gabriel cumpriu a função do companheiro e foi muito bem. Além disso, o trio formado por Maicosuel, Elkeson e Andrezinho infernizava a zaga vascaína.

As melhores chances do Vasco foram com Eder Luis. Aos 43, o atacante recebeu cruzamento e chutou, com perigo, por cima do gol. O Botafogo trabalhava a bola e explorava bem os contra-ataques. Porém, foi em mais um vacilo da defesa cruzmaltina, que o Alvinegro ampliou aos 45 minutos. Após cobrança de falta, Fábio Ferreira tocou de cabeça para Loco, mais uma vez livre, só empurrar para o fundo da rede, fazendo 2 a 0 no placar.

No 2º tempo, o Vasco voltou com Juninho e Allan. Cristóvão tirou Felipe e Alecsandro. O Gigante deu dois sustos seguidos. Aos dois minutos, Fellipe Bastos acertou o travessão en chute de fora da área. Um minuto depois, Eder Luis chutou da entrada da área: a bola passou rente à trave de Jefferson. Mas o Botafogo tratou de jogar um balde de água fria, na reação do Vasco. Aos nove minutos, Maicosuel recebeu nas costas de Fagner e chutou na saída de Fernando Prass, fazendo 3 a 0.

Os vascaínos sentiram o golpe. Cristóvão ainda lançou Carlos Alberto no lugar de Fagner, e o meia diminuiu para o Vasco. Em tabela na entrada da área com Rodolfo, o meia chutou na saída de Jefferson aos 35 minutos. O gol animou os cruzmaltinos, porém era um pouco tarde para buscar o empate. O Botafogo se fechou atrás e garantiu o resultado, conquistando o seu primeiro título no Engenhão.

Nenhum comentário:

Ser Vasco