✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Vasco vence o Nacional e avança na Libertadores

Diego Souza fez o gol da vitória cruzmaltina
Já classificado para a segunda fase da Libertadores antes de a bola rolar, o Vasco, mesmo com uma atuação burocrática, venceu o Nacional, do Uruguai, por 1 a 0, nesta quinta-feira, no Estádio Parque Central, em Montevidéu, mas perdeu o primeiro lugar do Grupo 5 para o Libertad, que venceu o Alianza (2 a 1), em Lima, e, assim como os vascaínos, chegou aos 13 pontos, mas levou a melhor no número de gols marcados. Diego Souza fez o gol do Vasco, que sentiu falta de Juninho, Felipe e Dedé.

Mesmo diante de um adversário já eliminado e que foi a campo com uma formação desentrosada e reserva, o Vasco, sonolento, imprimiu um ritmo de treino ao jogo. Apesar do domínio territorial, limitou-se a tocar a bola e pouco chegou ao ataque.

Na primeira vez, aos 3 minutos, Diego Souza recebeu de Eder Luis e chutou de fora da área, mas o goleiro Bava fez boa defesa. Após muitos toquinhos para os lados, novamente Diego Souza, aos 24, fez boa jogada: ganhou a dividida e tocou para Thiago Feltri, que chutou rasteiro, mas Bava defendeu.

Apesar do domínio territorial do Vasco, a melhor chance de gol foi do Nacional, com Aguirre, que, aos 30 minutos, aproveitou cochilo da defesa do Vasco e mandou a bola no travessão. Fagner, aos 33, finalizou da intermediária e a bola passou perigosamente rente à trave. Pouco para quem lutava para se firmar como o líder do Grupo 5.

No segundo tempo, o ritmo lento das duas equipes foi mantido e o pequeno público presente ao Parque Central sofreu não só com a falta de bom futebol, mas com o frio da noite uruguaia. O jogo só melhorou aos 11 minutos, quando Diego Souza esfriou o ânimo dos torcedores rivais, e fez 1 a 0, após tabelar com Alecsandro, chutar a gol e aproveitar falha de Bava para mandar a bola para a rede.

Atrás no placar, o técnico Marcelo Gallardo pôs em campo os titulares Damonte, Recoba e Sánchez e o Nacional melhorou. Mas não muito. Recoba, aos 30, obrigou Prass a difícil defesa. Aos 39, Eder Luis quase ampliou. No rebote, Felipe Bastos chutou em cima de Bava.

Nenhum comentário: