✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Vasco vence o São Paulo no Morumbi e cola no líder

Fagner comemora o gol da vitória cruzmaltina
O Vasco segue em busca da liderança do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, o Gigante da Colina venceu o São Paulo por 1 a 0, fora de casa, e se manteve na segunda colocação, com 23 pontos, a apenas dois do Atlético-MG. Fagner foi o autor do gol que garantiu a vitória cruzmaltina.

Jogando no Morumbi, o São Paulo iniciou a partida no ataque e teve duas boas chances, com Luis Fabiano e Cícero, mas esbarrou em boas defesas de Fernando Prass. Aos poucos, o Vasco foi equilibrando as ações e passou a assustar o gol de Denis. Na melhor oportunidade vascaína, aos 29 minutos, Juninho Pernambucano cobrou falta e acertou a trave do goleiro são-paulino. No rebote, William Barbio ainda tentou finalizar, mas mandou para fora.

Na segunda etapa, o Vasco pulou na frente logo aos 3 minutos. Fagner invadiu a área pela direita e chutou em cima de Denis, que acabou espalmando a bola para dentro: 1 a 0 para os cariocas.

A vantagem deu mais tranquilidade para o Gigante da Colina, que quase ampliou aos 10 minutos, quando Diego Souza foi lançado e tentou encobrir Denis. Entretanto, o goleiro tricolor, atento, conseguiu defender. Dois minutos depois, a tentativa de reação são-paulina sofreu um baque; o volante Rodrigo Caio recebeu cartão vermelho e deixou a equipe com um a menos.

A partir daí, o que se viu foi um São Paulo desordenado buscando o empate na base da raça, enquanto o Vasco perdia boas oportunidades no contra-ataque. Pelo lado tricolor, Luis Fabiano perdeu boa chance aos 28 minutos, quando recebeu dentro da área e tentou tocar encobrir Prass, mas mandou para fora. Já o Vasco teve grande chance de golear o time paulista, mas a bola teimou em não entrar com William Matheus, Juninho, Alecsandro e Carlos Alberto.

Nenhum comentário: