✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Assista os jogos do seu time no "Futebol ao Vivo" ✠ Seja também um Sócio Torcedor do Gigante da Colina ✠ Clique na aba "Sócio Gigante" e inscreva-se no programa de sócio torcedor do C. R. Vasco da Gama ✠
Clique na Imagem

No confronto dos líderes, Atlético-MG vence o Vasco por 1 x 0

Jô, de cabeça, fez o gol do Atlético-MG
Em um jogo muito corrido Atlético e Vasco jogaram pela liderança do Brasileirão. O time mineiro levou a melhor e abriu mais três pontos de diferença para seus adversários. O Atlético levou mais perigo ao gol cruzmaltino durante a partida e acabou vencendo com um gol de Jô, marcado na metade da segunda etapa. Com o resultado, os mineiros se garantiram na liderança da competição, com um jogo a menos que os demais.

Logo no primeiro lance do jogo, o Atlético levou perigo ao time do Vasco. Após um chute de longe, Leonardo Silva desviou pra fora, mas estava impedido. Ainda nos primeiros minutos, o primeiro ataque do Vasco foi com Wendel, O volante avançou pela esquerda e cruzou buscando Eder Luis, Junior César fez boa proteção e a bola saiu pela lateral.

Com o jogo muito corrido, o time mineiro teve uma maior posse de bola na primeira etapa. Aos 17 minutos, em um contra-ataque rápido, Marcos Rocha lançou Bernard no meio, o garoto avançou e tocou para Jô na direita, mas o atacante chutou para fora. Em seguida, novamente Bernard recebe, e na velocidade tenta chegar ao gol do Vasco, marcado por Auremir, o meia atleticano caiu na entrada da área e reclamou de falta, mas o juiz mandou o lance seguir.

Atacando pouco, o Vasco se confundia na marcação com a grande movimentação de Pierre e Marcos Rocha. O lateral em muitos momentos aparecia livre, o que preocupava o técnico Cristóvão Borges. Em uma jogada pela direita Marcos e Pierre tabelaram na lateral da área, o camisa 2 cruzou forte buscando Jô, que tentou tocar de carrinho mas não alcançou a bola.

Aos 30 minutos, o Vasco chegou com perigo ao ataque. Dedé lançou Carlos Alberto, o meia vascaíno recebeu na esquerda na entrada da área atleticana, cortou para o meio e bateu forte, a bola desviou no braço de Réver e saiu, os jogadores do Vasco pediram um toque de mão do zagueiro, entretanto, o juíz ignorou as reclamações e ainda assinalou impedimento de Alecsandro na hora do chute de Carlos Alberto.

O Atlético atacava mais, e aos 38 Bernard cabeceou livre para o meio da área buscando Jô, Fernando Prass socou a bola para escanteio antes que o atacante chegasse. Na sequência, após cobrança de escanteio, Leonardo Silva subiu livre para cabecear, Prass salvou e no rebote Jô empurrou para o gol em posição irregular. O bandeira, atento, assinalou o impedimento do atacante.

A segunda etapa começou mais aberta, logo no primeiro minuto, Tenório, que entrou no lugar de Eder Luis avançou pela esquerda, driblou Rever e, dentro da área tocou para tras, mas Alecsandro errou na finalização. Em seguida a bola foi lançada para Jô que desviou para Guilherme, o meia bateu cruzado mas a bola foi para fora.

Aos 15 minutos Bernard recebeu na esquerda sozinho e entrou na área, mas acabou perdendo a passada e batendo para fora. Sem conseguir sair para o ataque o Vasco acabava parando o Atlético com faltas, aos 20 minutos Ronaldinho cobrou falta com força e Fernando Prass salvou espalmando para fora.

Com 24 minutos do segundo tempo após escanteio, Ronaldinho e Bernard trocaram passes na esquerda, Gaúcho driblou Auremir dentro da área e cruzou para o meio, Prass resvalou na bola que mesmo assim sobrou limpa para Jô cabecear sozinho e marcar o único gol do jogo.

Com o resultado o Atlético não prosseguiu tão à frente como estava, mas ainda levou perigo ao gol cruzmaltino com uma cobrança de falta de Ronaldinho, que Fernando Prass defendeu. O Vasco ainda buscou o empate, Juninho cobrou falta com perigo, a bola quicou na pequena área e passou rente à trave do Atlético. Já não havia mais tempo para reagir e o jogo terminou com a vitória do time mineiro.

Um comentário:

  1. O técnico Cristovão Borges, declarou após o jogo que faltou agressividade ao nosso time, e realmente faltou. Mas se ele notou isso, por quê não adiantou a marcação e mandou o time atacar mais ?? Que esse jogo sirva de lição para os nossos jogadores. SV !!

    ResponderExcluir

Ser Vasco