✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Sucessão de erros no 2º tempo, marcaram a derrota do Vasco

C. Alberto esbarrou na defesa alvinegra
Sem vitórias e sem marcar um gol sequer após cinco partidas, os jogadores do Vasco não esconderam o abatimento ao saírem de campo depois da derrota por 3 a 0 para o Botafogo, nesta quarta-feira. Embora o clube matematicamente ainda tenha chances mínimas de classificação, o time jogou a toalha em Volta Redonda e admitiu que é hora de esquecer o Estadual e pensar no Brasileirão.

O Botafogo começou melhor em campo nos primeiros 15 minutos. Aos poucos, porém, o Vasco equilibrou e, mesmo desordenado, assustou Jefferson em cruzamentos para a área e contra ataques.

Na volta para o 2º tempo, logo aos 7 minutos, saiu o primeiro gol. Bruno Mendes desviou de cabeça no primeiro pau, Alessandro só espalmou e Rafael Marques livre, completou para o fundo da rede. Era o inicio do desespero do Vasco, que partiu para cima, desordenado, após a entrada de Pedro Ken e Bernardo no lugar de Wendel e Eder Luis.

Aproveitando-se do descontrole dos cruzmaltinos, o Alvinegro marcou novamente. Aos 13, Julio Cesar cruzou, Alessandro errou mais uma vez, ao espalmar uma bola que iria para fora e deixou Lodeiro livre para tocar para o gol vazio.

Para completar a sua noite desastrosa, o goleiro ainda foi expulso logo após o gol, ao colocar a mão na bola fora da área. Tenorio, que era o único atacante do Vasco, teve que sair para dar lugar ao goleiro reserva Michel Alves. Com visível abatimento e com menos um em campo, os cruzmaltinos já não tinham mais forças.

Aos 27, num lance que mostrou claramente a falta de sorte dos vascaínos, veio o terceiro gol. Bruno Mendes recebeu na área e ao tentar chutar deu uma furada e a bola, caprichosamente, sobrou sem querer para Fellype Gabriel, que chutou forte para marcar o gol que deu números finais ao placar.

Ainda sem entender o que havia acontecido na etapa final do jogo, quando a equipe foi superada pelo Botafogo, o zagueiro Dedé, em sua cidade natal, chegou a colocar culpa em algo sobrenatural para tentar explicar a queda de rendimento do Vasco no segundo turno do Estadual.

“É algo inexplicável. Parece que colocaram algo ruim no time que não sai. Mas precisamos erguer a cabeça. Agora temos de colocar a cabeça no lugar e trabalhar para chegarmos bem no Campeonato Brasileiro”, afirmou Dedé.

No mesmo discurso do capitão do Gigante da Colina, Carlos Alberto lamentou a má fase, ressaltando que o time tem escutado o técnico Paulo Autuori para sair dessa situação.

“A gente não consegue vencer. O time estava bem em campo e todo mundo fez o que o professor pediu. Infelizmente, depois do gol, deu tudo errado. Ninguém quer apontar culpados pela fase ruim da equipe, mas agora é aprender com os erros e entrar firmemente na próxima competição, pois podemos ir bem”, explicou.

Um comentário:

  1. Com esse time que aí está, nem Jesus Cristo dá jeito. Paulo Autuori é um bom técnico, mas não faz milagres. Se não contratarmos bons jogadores para formar um time a altura das tradições vascaínas, sabe Deus o que poderá acontecer no Campeonato Brasileiro !!

    ResponderExcluir