✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Vasco bate Criciúma e chega ao oitavo lugar no Brasileirão

Jogadores comemoram com Juninho o 1º gol do Vasco
Com cinco gols oriundos de bola parada, o Vasco venceu por 3 a 2 o Criciúma, neste sábado, em São Januário, e emplacou a segunda vitória seguida no Campeonato Brasileiro. Com o resultados, os cruzmaltinos chegaram a 13 pontos, ficando mais próximos dos líderes.

O Vasco começou a partida pressionando o Criciúma em seu campo de defesa. Os catarinenses não conseguiam se livrar da forte marcação cruzmaltina e apelavam para faltas. E foi em um lance de bola parada que os vascaínos abriram o placar, aos oito minutos. Juninho Pernambucano cobrou falta, a bola quicou antes de chegar ao gol e fez com que o goleiro Bruno falhasse, vendo a bola ir para a rede.

O gol não fez o Vasco diminuir o ritmo. Tanto que os donos da casa criaram outras duas oportunidade de ampliar a vantagem. Aos 16 minutos, após cobrança de falta na área, Wendel escorou, mas Jomar cabeceou em cima de Bruno. Depois, foi a vez de Henrique cruzar pela esquerda e Wendel finalizar, só que viu a zaga catarinense salvar.

A primeira chance do Criciúma aconteceu somente aos 23 minutos, quando Wellington Paulista lançou Leandro Brasília, mas o volante finalizou muito mal. A resposta do Vasco veio seis minutos depois, em nova cobrança de falta de Juninho Pernambucano. Desta vez, o meia chutou colocado e obrigou Bruno a voar para espalmar a bola, que ia no ângulo.

Aos poucos, os visitantes melhoraram a marcação e passaram a buscar o ataque. Os cariocas recuaram e avançavam somente nos contra-ataques. Enquanto os vascaínos desperdiçavam oportunidades e ampliar, o Criciúma de grande chance de empatar aos 39 minutos. Wellington Paulista lançou Cassiano, que ficou de frente para Diogo Silva, mas o goleiro conseguiu salvar os donos da casa.

Nos minutos finais, o Vasco tratou de administrar a vantagem. O Criciúma ainda tentou criar mais oportunidades, mas parou na marcação carioca.

No segundo tempo, o duelo começou equilibrado, com as duas equipes buscando o ataque. No entanto, quem marcou foi o Vasco, novamente em cobrança de falta, aos dez minutos. Desta vez, foi o zagueiro Rafael Vaz que acertou o ângulo de Bruno, que ficou parado vendo a bola ir para a rede.

Quando parecia que o Vasco estava com a partida sob controle, o Criciúma ganhou ânimo aos 16 minutos, em mais um gol de cobrança de falta. Ivo cobrou para a área, a bola passou por Wellington Paulista e foi direto para a rede.

O gol animou os visitantes, que passaram a pressionar o Vasco. De tanto insistir, o Criciúma empatou aos 26 minutos. Após cobrança de lateral na área, o goleiro Diogo Silva falhou e a bola sobrou para Wellington Paulista finalizar para a rede.

No entanto, o sofrimento dos vascaínos não demorou muito, pois aos 28 minutos os donos da casa ficaram a frente no placar de novo. Juninho Pernambucano cobrou falta na área e Edmílson apareceu livre para cabecear para a rede.

Depois disso, o confronto se limitou a um ataque contra defesa. O Vasco recuou e passou a ser pressionado pelo Criciúma. No entanto, a zaga cruzmaltina conseguiu impedir a criação de boas jogadas do adversário até o apito final.

Nenhum comentário: