✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Juninho credita queda de produção ao aspecto psicológico

André abriu o placar para o Vasco 
Depois de fazer um bom primeiro tempo, onde os cruzmaltinos desceram para o vestiário com a vantagem de 1 a 0 no placar, a equipe do Vasco não conseguiu manter o mesmo ritmo na segunda etapa e acabou perdendo para o Vitória, por 2 a 1, nesta quarta-feira, em São Januário.  Ao levar o gol de empate, o time desmoronou em campo e quase ao final da partida sofreu a virada. Segundo Juninho Pernambucano, ídolo do clube, mais uma vez o aspecto psicológico pesou.

"O primeiro tempo foi muito bom. Aí a gente volta para o segundo tempo e não consegue manter o ritmo. Até os 30 minutos, o jogo era nosso. Era apenas encaixar um contra-ataque para matar a partida. O time quando está nessa situação se desmorona muito rapidamente. O que resta de confiança se perde. O time está na zona de rebaixamento. Como vou encarar?", disse Juninho.

O Vasco amargou a segunda derrota seguida em São Januário e a terceira consecutiva na competição. No fim do jogo, a torcida protestou contra a diretoria e o presidente Roberto Dinamite e gritou time "sem-vergonha". Na próxima rodada, o Vasco encara o Atlético-MG fora de casa, domingo, às 18h30, no estádio Independência.

Nenhum comentário: