✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Vasco não joga bem e perde para a Portuguesa no Canindé

André teve boas chances de gol, mas desperdiçou
O Vasco não conseguiu manter o tabu de 12 anos sem perder para a Portuguesa, e saiu derrotado do Canindé, por 2 a 0, nesta quarta-feira, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Agora, o Cruzmaltino terá que ligar o alerta vermelho. Na próxima rodada, o Gigante da Colina recebe o São Paulo, em São Januário, no próximo domingo.

O jogo começou muito truncado, mas a Portuguesa mostrou eficiência e abriu o placar na primeira oportunidade que teve. Aos 11, Diogo fez bela jogada pela esquerda, driblou dois marcadores, e deixou Correa livre para balançar a rede. O Vasco não demorou a responder. Aos 13, depois de cobrança de falta, a bola sobrou para Cris. O zagueiro levantou na área e achou André sozinho. O atacante desperdiçou a chance, chutando a bola para fora.

O Vasco tentava se reorganizar após o gol tomado. Aos 18, a zaga da Lusa saiu jogando errado, André recuperou a bola e tocou para Marlone. O meia limpou os defensores, e bateu para o gol com perigo, tirando tinta da trave. Com a vantagem, a Portuguesa chamou o Cruzmaltino para o seu campo, esperando para contra-atacar. No entanto, o Vasco tinha a posse de bola, mas não conseguia crias boas jogadas. Assim, não alcançou a igualdade no placar até o fim do primeiro tempo.

Na volta para a segunda etapa, o técnico Dorival Júnior resolveu colocar Juninho em campo, no lugar de Wendel, que teve uma atuação sem destaque. Nos dez primeiros minutos o Cruzmaltino tomou a iniciativa, mas só assustou em um cruzamento do Reizinho, que André desperdiçou.

O duelo era muito brigado, sem chances claras de gol para os dois lados. No entanto, a Portuguesa conseguiu ampliar o marcado aos 30. Diogo foi a linha de fundo, cruzou no segundo pau para Gilberto, que só teve o trabalho de tocar para o fundo das redes. O Vasco tentou reagir, mas já era tarde demais.

Nenhum comentário: