✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Juninho ainda não sabe se encerra a carreira no fim do ano

Juninho está concentrado nos últimos seis jogos 
Faltando apenas seis rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, Juninho Pernambucano admite que ainda não decidiu se vai pendurar as chuteiras no fim da temporada. Aos 38 anos, o ídolo vascaíno se mantém confiante em uma reação do time nas últimas rodadas e garante que o fato de o clube ser rebaixado ou não, não vai influenciar sua decisão.

“Sou jogador do Vasco e faço parte de um time que ganha e perde junto. O fato de ter condições de jogar e passar alguma coisa para a equipe é o que vai pesar. Não tenho uma decisão certa e venho pensando nisso há anos. Vou definir nas férias. Estou apenas concentrado nesses últimos seis jogos do Brasileiro”, afirmou o camisa 8.

Presente em todas as atividades desta semana, o Reizinho mostrou um bom condicionamento físico e está praticamente confirmado no jogo contra o Santos, domingo, no Maracanã. No entanto, ele ainda será julgado, hoje, pelo Pleno do STJD, por uma falta violenta em Paulinho, no jogo contra o Flamengo, e também por ter feito gestos obscenos à torcida adversária.

Ao falar sobre o momento delicado que vive o Vasco, Juninho reconhece que passa por uma situação nova na sua vitoriosa carreira. Sincero, ele admitiu que planejava os seus últimos dias no futebol bem longe da zona do rebaixamento.

“É a primeira vez que jogo uma temporada com risco de cair para a segunda divisão. É péssimo. Todos ficarão marcados se acontecer. Fica uma página ruim, mas foram tantas outras conquistas. Espero que não aconteça. Tenho a esperança de vencer no domingo e conquistar mais confiança”, projetou o capitão vascaíno.

Ciente da importância de vencer o Santos para se manter vivo na luta contra o rebaixamento, Juninho apontou a postura do time contra Coritiba como um bom exemplo: “O principal será manter a boa organização tática de domingo, acompanhada de muita dedicação e entrega de todos”.

Nenhum comentário: