✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Assista os jogos do seu time no "Futebol ao Vivo" ✠ Seja também um Sócio Torcedor do Gigante da Colina ✠ Clique na aba "Sócio Gigante" e inscreva-se no programa de sócio torcedor do C. R. Vasco da Gama ✠
Clique na Imagem

Vascaínos conquistam o Sul-Americano com a Seleção sub-17

Evander e Andrey, campeões Sul-Americanos
Na noite deste domingo (29/03), pela décima primeira vez, a Seleção Brasileira se sagrou campeã do Campeonato Sul-Americano sub-17. Após um início de competição irregular, o time canarinho cresceu de rendimento no hexagonal final e conquistou o título antes mesmo de entrar em campo para fechar sua participação contra o Colômbia.

O primeiro lugar foi confirmado com antecedência devido aos primeiros resultados da rodada. A Argentina e o Equador, que podiam ultrapassar o Brasil na tabela, empataram em 0 a 0. O Uruguai era a outra seleção que poderia tirar o título brasileiro. A Celeste, porém, acabou perdendo para o Paraguai por 2 a 1.
Em sua despedida, o Brasil não contou com o vascaíno Evander Ferreira. O meio-campista cumpriu suspensão devido ao acúmulo de cartões amarelos. O Vasco foi representado na partida contra a Colômbia pelo volante Andrey Ramos, que acabou sendo substituído na etapa inicial devido a um problema no tornozelo.

Vascaínos se destacaram ao longo do torneio

Titulares da equipe sub-20 na última edição da Copa São Paulo, Andrey Ramos e Evander Ferreira justificaram a convocação ao longo do Campeonato Sul-Americano. Os atletas cruzmaltinos começaram jogando quase todas as partidas da Seleção Brasileira na competição continental. 

O único jogo que não contou a presença de todos os atletas do Gigante da Colina foi o último, contra a Colômbia. Neste confronto, o meio-campista Evander não atuou por estar suspenso. O camisa 19 marcou três gols e encerrou o Sul-Americano como o segundo maior goleador do time canarinho.

Apesar de ter como principal missão impedir as investidas das equipes adversárias, Andrey também se destacou ofensivamente no Paraguai. Além de ter participado de vários gols do Brasil, o jovem de 17 anos balançou as redes duas vezes longo do torneio.

Nenhum comentário:

Ser Vasco