✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Assista os jogos do seu time no "Futebol ao Vivo" ✠ Clique na aba "Caldeirão Vascaíno" e acompanhe o programa toda segunda feira às 21 hs ✠ Seja um Sócio Torcedor do Gigante da Colina ✠ Clique na aba "Sócio Gigante" e inscreva-se no programa de sócio torcedor do C. R. Vasco da Gama ✠
Clique na Imagem

Artilheiro do Carioca, Riascos mostra que pode seguir no Vasco

Riascos com seu filho, comemora a boa fase
Para quem tem pouco tempo para provar que é imprescindível ao ataque vascaíno, o colombiano Riascos tem feito o dever de casa com capricho. Contratado com status de artilheiro, o camisa 9 decepcionou em 2015, com apenas sete gols em 32 jogos. Mas, faltando menos de três meses para o fim de seu contrato de empréstimo, desencantou. Anotou seis gols em sete partidas e é um dos artilheiros do Estadual, ao lado de Fred.

Se depender da fome de bola das últimas partidas, Riascos pode até convencer os dirigentes vascaínos de que vale cada centavo dos R$ 8 milhões pedidos pelo Cruzeiro para negociá-lo.

“Ele teve uma participação muito boa, foi muito bem no jogo contra o Botafogo. Fazendo jogadas decisivas. Foi uma das melhores partidas que eu vi o Riascos jogar. Foi bem defensivamente e fez o gol”, elogiou o técnico Jorginho, que sempre defendeu o jogador das críticas dos torcedores.

Orgulhoso da excelente fase do atacante, Jorginho comemora a lua de mel que o jogador vive com a torcida. No clássico com o Botafogo, Riascos foi ovacionado após marcar o gol e também ao deixar o campo, machucado.

“Para o Riascos, é muito bom. É sempre bom vê-lo fazendo gol e tendo o reconhecimento do torcedor. O torcedor está vendo o esforço que ele está fazendo e o recompensaram com aplausos”, afirmou o técnico, que se preocupa com a lesão do jogador.

Aos 23 minutos do segundo tempo contra o Botafogo, Riascos sentiu fortes dores na coxa direita e foi substituído. Ontem, fez exames no clube para avaliar a extensão da lesão muscular, que pode deixá-lo fora do jogo contra o Bonsucesso, no sábado.

Nenhum comentário:

Ser Vasco