✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Vasco vence o Madureira e garante a classificação para a semifinal

Nenê fez o gol da vitória cruzmaltina
O Vasco é o primeiro time classificado para a semifinal do Campeonato Carioca. O Gigante da Colina carimbou a vaga com uma rodada de antecedência, neste sábado, ao bater o Madureira por 1 a 0, em São Januário. Porém, o Cruzmaltino não jogou bem, chegando a ser vaiado pela torcida ao fim do jogo. Faltou criatividade ao Vasco, o time conseguiu fazer o gol aos dez minutos, com Nenê, mas depois, sofreu ofensivamente.

Único time invicto no Carioca, o Vasco está empatado com o Fluminense com 14 pontos, mas perde a primeira posição da Taça Guanabara para o Tricolor pelo saldo de gols. Na próxima rodada, os dois times se enfrentam na grande decisão pelo título da Taça Guanabara. O confronto será no domingo, dia 17, às 16hs, na Arena Amazônia. Antes, porém, o Gigante da Colina estreia na Copa do Brasil, contra o Remo, na quarta-feira.

O jogo

Jogando com muita disposição, o Madureira foi o primeiro a assustar. Após cobrança de escanteio, Daniel ganhou pelo alto e obrigou Martín Silva a fazer boa defesa. Mas a resposta do Gigante da Colina foi fatal. A zaga do Tricolor Suburbano não conseguiu cortar e viu Nenê emendar para o fundo da rede: Vasco 1 a 0. Após o gol, Leandro Chaves teve uma boa chance para empatar, mas mandou para fora. Logo a seguir, o Vasco respondeu. Julio dos Santos recebeu cruzamento na medida de Henrique, que emendou por cima.

O Vasco tinha maior posse de bola, mas não conseguia criar diante de um adversário aplicado e bem fechado em campo. Ao tentar sair jogando Marcelo Mattos se viu apertado e recuou a bola, dando um presente para João Carlos. O atacante ficou cara a cara com Martín Silva e driblou o goleiro. O uruguaio puxou a camisa de João Carlos. O árbitro Bruno de Araújo, com a visão encoberta, não viu a penalidade.

No intervalo Jorginho fez logo duas mudanças. Rodrigo, que sentiu dores na coxa direita, deu lugar a Rafael Vaz. A outra alteração foi tática: Eder Luis na vaga de Thalles. O Vasco teve chance de ampliar, mas desafinou. Luan, após jogada pelo alto, surgiu livre na pequena área, mandou para trás passando para Rafael Vaz, que emendou para fora.

Depois foi a vez de Julio dos Santos perder outra chance. O Madureira, de novo, conseguiu ficar cara a cara com Martín Silva. A zaga só observou o lançamento para João Carlos. O atacante tentou dar uma cavadinha, mas mandou mal para fora. Jorginho precisou fazer a última mudança. Riascos, desgastado, deu lugar a Diguinho.

A ideia foi reforçar o meio e dar mais liberdade a Andrezinho e Nenê. O Tricolor Suburbano chegou a pressionar, mas não aproveitou as oportunidades. Em boa jogada de ataque o Vasco chegou perto do segundo gol. Eder Luis entrou livre na área, e de cabeça quase ampliou. Depois, Martín Silva fez boa defesa em chute de Leandro Chaves. O Gigante da Colina, mesmo jogando mal, conseguiu a vitória e garantiu a classificação para a semifinal do Carioca.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1x0 MADUREIRA
Estádio: São Januário Público e renda: 4.329 pagantes / 5.112 presentes / R$ 139.030,00 Árbitro: Bruno de Araújo Gol: Nenê (Vasco, aos 10' do 1ºT) Cartão amarelo: Marcelo Mattos, Rafael Vaz, Luan, Madson e Nenê (Vasco) e Daniel, Resende e Jorge Fellipe (Madureira) Cartão vermelho: - 

VASCO: Martín Silva; Madson, Luan, Rodrigo (Rafael Vaz, no intervalo) e Henrique; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Riascos (Diguinho, aos 26' do 2ºT) e Thalles (Eder Luis, no intervalo); Técnico: Jorginho.

MADUREIRA: Rafael Santos; Formiga, Daniel, Jorge Fellipe (Leozão, aos 46' do 2ºT) e Ayrton; Willian Oliveira, Resende, Ryan e Leandro Chaves; Geovane Maranhão (Artur Faria, aos 36' do 2ºT) e João Carlos (Gustavo, aos 39' do 2ºT); Técnico: Gilberto Coroa.

Nenhum comentário: