✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Vasco perde em casa e termina com sequência invicta em São Januário

Com uma forte marcação o Paysandu levou a melhor
O Paysandu colocou fim à invencibilidade de 17 jogos do Vasco em São Januário, ao vencer a partida deste sábado por 2 a 0. Em um jogo em que o time de Jorginho não conseguiu superar a forte marcação do adversário, o Cruzmaltino sofreu a sua segunda derrota na Série B. O Papão buscou espaços durante toda a partida e conseguiu arrancar a vitória no segundo tempo, com dois gols de Jhonnatan. Apesar do resultado, o Cruzmaltino segue na liderança da Série B, agora com 22 pontos conquistados.

Não foi uma tarde inspirada para o Vasco. Além de não conseguir chegar com precisão ao gol adversário, deu espaços para o Paysandu crescer no jogo e finalizar diversas vezes. Jorginho foi para o tudo ou nada no segundo tempo, ao tirar todos os volantes de campo. A estratégia só beneficiou o Papão - aos 34, Jhonnatan mandou de cabeça para o fundo do gol. Dez minutos depois, driblou Martín Silva e fez o segundo.

O resultado mantém o Vasco na ponta da tabela da Série B, mas com uma diferença de apenas dois pontos para o vice-líder Atlético-GO. Na próxima rodada, o Cruzmaltino encara o Londrina, na terça-feira, às 19h15, no Estádio do Café. Por outro lado, a vitória dá um alívio para o Paysandu, que se afasta da zona de rebaixamento, agora com 12 pontos. O Papão encara o Joinville na terça-feira, às 19h15, no Curuzu.

O Vasco não demorou para começar a pressionar o Paysandu. Logo no primeiro minuto de jogo, William sofreu falta e Nenê fez a cobrança. A bola estourou na trave de Emerson e mostrou que o Cruzmaltino iria brigar para sair com mais uma vitória de casa. Aos cinco, novamente o meia teve oportunidade, invadiu a área, mas errou o passe para Thalles.

Mas quem achava que o Paysandu não levaria perigo, viu logo que o time visitante não iria esperar para atacar. Nos primeiros 15 minutos, o Papão teve duas oportunidades de sair na frente. O Vasco também não dava sossego: aos 16, Madson teve uma ótima oportunidade. O lateral entrou na área e chutou, mas Emerson fez a defesa em dois tempos.

Do meio para o fim do primeiro tempo, o Paysandu cresceu no jogo. Aos 27, Rafael Costa cabeceou para fora. Na sequência, aos 29 minutos, novamente o meia levou perigo. Em cobrança de falta, a bola passou pela barreira, mas o goleiro cruzmaltino estava atento para a defesa. Leandro Cearense ainda teve a chance de alterar o marcador, quando driblou Luan e entrou na área, mas pecou na finalização, mandando para fora.

O time de Jorginho voltou do intervalo com mais ação e conseguiu superar a pressão do Paysandu. Ainda assim, o Cruzmaltino não era efetivo nas finalizações. Aos quatro, Nenê passou por dois dentro da área, mas parou no zagueiro do Papão. Eder também teve oportunidade quando, aos oito minutos, cabeceou bem.

Em contrapartida, o Paysandu continuava marcando forte, mas também não conseguia chegar com força no ataque. Os chutes eram fracos e não levavam perigo de fato ao goleiro Martín Silva. Fabinho Alves e Leandro Cearense tiveram chance de marcar, mas não converteram em gol.

Para tentar emplacar no ataque, Jorginho foi para o tudo ou nada. Passou a jogar sem volantes de origem, ao trocar William por Caio Monteiro. Mas foi com o zagueiro Rodrigo que chegou uma boa oportunidade, aos 23. A bola acabou desviando na zaga do Paysandu.

O time visitante cresceu ainda mais na partida depois dos 30 minutos. Aos 33, Fabinho Alves cruzou para Ratinho, pela esquerda, e levou perigo a Martín Silva, mas acabou mandando para fora. Não demorou para o Paysandu dominar o campo e abrir o placar. No minuto seguinte, Jhonnatan recebeu cruzamento na área, passou por Luan e cabeceou para o fundo do gol: 1 a 0 para o Papão.

O Paysandu ainda achou espaço para marcar mais uma vez. Novamente Jhonnatan, que chegou sozinho à área adversária, driblou Martín Silva e chutou. A bola ainda desviou na zaga cruzmaltina, mas achou o caminho do gol. 2 a 0 para o Papão e fim da invencibilidade de 17 jogos do Vasco em São Januário.

FICHA TÉCNICA
VASCO 0 X 2 PAYSANDU

Local: São Januário Árbitro: Charles Hebert Cavalcante Ferreira Público e renda: 8.463 presentes; 7.185 pagantes / R$ 236.730,00 Cartão amarelo: Andrezinho, Rodrigo, Leandrão, Nenê (Vasco); Rafael Costa, Fernando Lombardi (Paysandu) Cartão vermelho: - Gols: Jhonnatan (Paysandu, aos 34' e aos 44' do 2ºT)

VASCO: Martín Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Eder Luis, no intervalo), William (Caio Monteiro, aos 22' do 2ºT), Nenê e Andrezinho; Jorge Henrique e Thalles (Leandrão, aos 11' do 2ºT). Técnico: Jorginho.

PAYSANDU: Emerson; Edson Ratinho, Fernando Lombardi, Gilvan e Lucas; Augusto Recife, Ricardo Capanema, Jhonnatan e Rafael Costa (Domingues, aos 26' do 2ºT); Fabinho Alves (Raí, aos 41' do 2ºT) e Leandro Cearense (Alexandro, aos 37' do 2ºT). Técnico: Gilmar Dal Pazzo.