✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Assista os jogos do seu time no "Futebol ao Vivo" ✠ Clique na aba "Caldeirão Vascaíno" e acompanhe o programa toda segunda feira às 21 hs ✠ Seja um Sócio Torcedor do Gigante da Colina ✠ Clique na aba "Sócio Gigante" e inscreva-se no programa de sócio torcedor do C. R. Vasco da Gama ✠
Clique na Imagem

Vasco vence Campo Mourão de virada e conquista título da Liga Ouro de Basquete

Gigante do Basquete, conquista acesso a NBB para 2017
Após estar perdendo por 2 a 0 as Finais da Liga Ouro 2016, o CR Vasco da Gama fez história. Foram dois triunfos em frente a sua torcida, no Rio de Janeiro (RJ), e nesta sexta-feira (10/06), a equipe conquistou a primeira virada da história dos playoffs da competição, ao bater o Campo Mourão Basquete, por 87 a 77, fora de casa, e conquistou o título do campeonato, ganhando o direito a uma vaga no NBB CAIXA 2016/2017.

O cara do Jogo 5 das Finais da Liga Ouro 2016 foi Gaúcho. O ala do Vasco saiu de quadra como cestinha de seu time, ao anotar 21 pontos, além de oito rebotes conquistados. O atleta ainda foi muito decisivo, ao fazer os 12 pontos que tentou no último quarto, com direito a duas bolas de 3 pontos convertidas. “Acima de tudo gratidão. O Vasco é o time da virada, eu senti isso na pele. Agora é comemorar e descansar por que nós merecemos”, disse Gaúcho, MVP e cestinha do Vasco no Jogo 5, com 21 pontos.

Além de Gaúcho, o Vasco contou com outras participações fundamentais para sair com o título nesta noite. Márcio saiu de quadra com 14 pontos e quatro rebotes; Hélio anotou 13 tentos, pegou três sobras e distribuiu cinco assistências; Drudi também teve grande participação ao somar 12 pontos e ficar com seis rebotes; e Palacios também atingiu os dois dígitos de pontuação, com os 11 tentos registrados.

“Se juntar a esse grupo foi maravilhoso. Já conhecia a maioria dos jogadores e eles me receberam muito bem. Acredito que eu e o Palacios viemos para ajudar, em um grupo que já era muito forte. Foi uma história maravilhosa. Campo Mourão fez seu dever de casa, nós também e  o Jogo 5 foi igual uma disputa de pênaltis. Eles estão de parabéns, fizeram uma grande partida e qualquer equipe que tivesse ganho seria justo, ainda bem que foi o Vasco”, falou o ala Márcio.

Apesar da derrota, o Campo Mourão merece todas as celebrações pela grande campanha realizada ao longo da Liga Ouro 2016. A equipe paranaense terminou na primeira colocação na fase de classificação e obrigou o Vasco a realizar a primeira virada da história dos playoffs da competição, ao sair vencendo a série por 2 a 0. Na noite de hoje, Alexey saiu como cestinha do time, com 21 pontos, além de cinco assistências, e Vinícius Teló também se destacou, ao anotar 15 tentos, pegar sete rebotes e distribuir quatro assistências.

O primeiro quarto foi marcado pela intensidade dos dois lados. As defesas fecharam seus garrafões ao máximo e assim forçaram muitos chutes de fora do perímetro. Ao total foram oito tentativas para os mourãoenses, com três conversões, e nove para os vascaínos, que acertaram quatro arremessos de 3 pontos. O destaque do período foi Andrézão, um dos poucos a pontuar dentro da zona pintada no período, que terminou a parcial com sete pontos e liderou Campo Mourão a vitória, por 21 a 20.

A segunda metade do primeiro tempo foi de muito equilíbrio durante grande parte de seu tempo. Na reta final do quarto, o Vasco aproveitou o baixo aproveitamento (26,7% na etapa) e muitas bolas perdidas pelos mourãenses, e abriu vantagem no placar, ao vencer a parcial por 17 a 12, e ir para o intervalo à frente, por 37 a 33.

Com muita intensidade defensiva e boa movimentação no ataque a primeira metade do terceiro quarto foi vascaína. A vantagem, que chegou a ser de 11 pontos (48 a 37), foi caindo conforme o volume da torcida mourãoense subiu e empurrou o elenco comandado por Emerson de Souza. Na base da vontade e muita disposição, o time da casa conseguiu colar no placar e levou a diferença para um ponto ao fim do período (57 a 56).

No último e decisivo quarto da Liga Ouro 2016, o Vasco teve atuação praticamente perfeita e confirmou o título da competição em sua primeira participação. Mesmo diante de uma torcida apaixonada e que não parou de apoiar um só minuto, a equipe carioca contou com Gaúcho inspirado para frear qualquer reação mourãoense. O ala anotou os 12 pontos que tentou no período, saiu de quadra como MVP do Jogo 5 e garantiu a vitória cruzmaltina, por 87 a 77.

Ser Vasco