✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Seja um sócio torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ e inscreva-se no programa Sócio Torcedor Gigante ✠
Clique na Imagem

Vasco perde para o Santos, mas gol de Eder Luis no fim pode fazer a diferença

Nenê teve atuação discreta na derrota para o Santos
A comemoração pelo gol de Eder Luis no último lance do jogo contra o Santos pode parecer estranho por conta da derrota por 3 a 1 nesta quarta-feira, na Vila Belmiro. Porém, mesmo com o resultado adverso, o Vasco teve o que celebrar. Tudo por conta do regulamento da Copa do Brasil. Após estar perdendo por três gols de diferença para equipe santista, o gol marcado por Eder Luis fez com que o Cruzmaltino continuasse com chances concretas, pois agora basta vencer o jogo de volta por 2 a 0 para avançar de fase. As duas equipes voltam a se enfrentar somente no dia 21 de setembro, em São Januário, para decidir quem segue na competição. Antes disso, o Vasco, líder da Série B, encara o Tupi em Juiz de Fora no próximo sábado, às 16h30.

A partida de ida pelas oitavas de final da Copa do Brasil entre Santos e Vasco contava com o retorno de quatro campeões olímpicos aos seus times: Gabriel, Zeca e Thiago Maia pelos paulistas e Luan pelos cariocas. E quem começou melhor foi o trio santista. Antes dos 10 minutos, Lucas Lima e Ricardo Oliveira tiveram a chance de abrir o placar. O camisa 9 foi quem perdeu a oportunidade mais clara após ficar cara a cara com Martín Silva e mandar para fora.

Jogando na base do contra-ataque, o Vasco dava espaço para o Santos pressionar. E aos 30, a pressão deu certo. Após cruzamento de Lucas Lima, Renato apareceu livre na área para escorar a bola para o gol: 1 a 0 para o Peixe. Seis minutos depois, Ricardo Oliveira mostrou que a noite era dos veteranos. Em cobrança de falta da entrada da área, o camisa 9 colocou a bola com maestria no ângulo de Martín Silva que apenas ficou olhando e aumentou a vantagem dos santistas.

Antes do fim do primeiro tempo, o Vasco ainda conseguiu ter duas boas chances de diminuir o placar. Na primeira, Éderson foi lançado livre por Nenê nas costas da zaga, mas na dividida com Vanderlei, perdeu o controle da bola e jogou fora a chance do gol. Já na segunda foi um lance inacreditável. Pela direita, William achou Andrezinho sozinho no meio da zaga. O meia dominou na pequena área, mas ficou indeciso sobre a finalização e chutou em cima do goleiro do Santos.

Na volta para a segunda etapa, as duas equipes não conseguiram manter a bola rolando por muito tempo. Por conta de uma confusão entre torcedores de Santos e Vasco no lado de fora da Vila Belmiro, os jogadores pararam o jogo já que o gás de pimenta utilizados por policiais acabou entrando no estádio.

Após a parada, o cenário da partida não mudou e os donos da casa seguiram pressionando. Porém, aos 15, foram os vascaínos que tiveram grande chance com Andrezinho em chute de fora da área que carimbou a trave. Porém, cinco minutos depois, após boa troca de passes, Renato deu de calcanhar para Lucas Lima na entrada da área que bateu colocado longe do alcance de Martín Silva para ampliar ainda mais a vantagem dos paulistas.

Com os 3 a 0 no placar, os donos da casa passaram a tocar a bola e fazer o tempo passar. Já os cariocas seguiram buscando pelo menos um gol para 'facilitar' o jogo de volta. E aos 50, no último lance da partida, veio o alento para o torcedor vascaíno. Após uma furada de Jorge Henrique, Éderson recolheu a bola perdida e finalizou para defesa de Vanderlei. No rebote, Eder Luis chutou para o fundo das redes, marcando o único gol cruzmaltino.

Apesar da derrota por 3 a 1, o Vasco comemorou e muito esse gol conseguido já no final da partida,  pois com um vitória por 2 a 0 no jogo de volta, em São Januário, o Cruzmaltino conseguirá avançar à próxima fase da Copa do Brasil.


FICHA TÉCNICA
SANTOS 3x1 VASCO 
Estádio: Vila Belmiro Árbitro: Héber Roberto Lopes Gols: Renato (Santos, aos 30' do 1ºT), Ricardo Oliveira (Santos, aos 36' do 1ºT), Lucas Lima (Santos, aos 20' do 2ºT) e Eder Luis (Vasco, aos 50' do 2ºT) Cartões Amarelos: Lucas Lima (Santos) e Diguinho, Madson (Vasco).

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Zeca; Renato, Thiago Maia, Vitor Bueno e Lucas Lima (Léo Cittadini); Gabriel (Copete) e Ricardo Oliveira; Técnico: Dorival Júnior.

VASCO: Martín Silva; Madson (Evander), Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Diguinho, William (Yago Pikachu), Andrezinho e Nenê (Eder Luis); Éderson e Jorge Henrique; Técnico: Jorginho.