✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Vasco derrota o Atlético-GO e reassume a liderança isolada do Brasileiro

Éderson foi o nome do jogo, marcando os dois gols do Vasco
No duelo dos líderes da Série B quem se deu melhor foi o Gigante da Colina. Sob o olhar de Tite, técnico da seleção brasileira, Éderson foi o protagonista da partida em São Januário. O atacante marcou os dois gols da vitória do Vasco, que voltou a ser líder isolado do Brasileiro. Com o resultado, a equipe da Colina chegou aos 51 pontos. Na próxima rodada, o Vasco enfrenta o Náutico, no sábado, dia 1º, na Arena Pernambuco, às 16h30.

Líder e vice-líder da Série B, Vasco e Atlético-GO contaram com um visitante ilustre neste sábado, em São Januário. O técnico da seleção brasileira, Tite, esteve presente assistindo o confronto entre as duas equipes no Rio de Janeiro. E parece que a presença do comandante da Amarelinha motivou os vascaínos.

O Vasco começou muito bem e não demorou para abrir o placar. Aos sete minutos, Alan lançou Éderson, que apareceu dentro da área, e tocou por cima do goleiro Klever. O Vasco seguiu dominando a partida e quase ampliou aos 28 minutos. Após cobrança de escanteio, Douglas apareceu dentro da área e cabeceou a bola rente a trave do time goiano. No fim da primeira etapa, Nenê teve boa chance em belo passe de Andrezinho, mas finalizou para fora.

O segundo tempo começou com um susto para a torcida vascaína. Após levantamento, Michael cabeceou para o fundo das redes, porém, o gol do Atlético-GO foi anulado, porque segundo a arbitragem, o volante fez falta em Luan. O Vasco respondeu em boa tabela de Nenê e Andrezinho, que não terminou em finalização porque o goleiro Klever saiu bem evitando a conclusão da jogada.

O Atlético-GO, porém, seguia em um ritmo superior ao primeiro tempo e passou a ser superior em campo.  Jorginho deu belo drible dentro da área em Douglas e finalizou para boa defesa de Martin Silva. Logo depois, nova chance dos goianos. Marquinho recebeu com liberdade, passou pela zaga vascaína e finalizou para nova defesa do uruguaio.

Percebendo a melhora dos goianos, o técnico Jorginho mexeu na equipe. Madson entrou na vaga de Yago Pikachu. Nenê e o próprio Madson criaram boas chances de ampliar para a equipe carioca em São Januário, mas o goleiro Klever apareceu bem para evitar os gols.

Buscando o empate, o Dragão passou a dar mais espaços para o Vasco explorar o contra-ataque. Em um deles, Nenê recebeu belo passe de Andrezinho e rolou para Éderson, o atacante finalizou firme, mas Klever novamente apareceu para salvar o time goiano.

Caio Monteiro, que havia acabado de entrar na vaga de Jorge Henrique, chegou a balançar a rede em São Januário. Porém, o lance foi invalidado porque a arbitragem viu impedimento do jovem depois do lançamento de Andrezinho.

Só que o Vasco voltou a marcar e desta vez o gol valeu. Andrezinho cobrou falta na cabeça de Éderson, que apareceu dentro da área para marcar novamente e dar números finais ao duelo na Colina.

FICHA TÉCNICA

VASCO 2 x 0 ATLÉTICO-GO
Local: São Januário (RJ)
Árbitro: Felipe Varejão (ES)
Público/renda: 5.437 pagantes/R$ 143.720
Cartões amarelos: Martin Silva, Yago Pikachu, Alan e Diguinho (Vasco); Gilsinho (Atlético-GO)
Gols: Éderson aos 7'/1ºT (1-0) e aos 32'/2ºT (2-0)
VASCO: Martin Silva, Yago Pikachu (Madson 13'/2T), Luan, Rodrigo e Alan; Diguinho e Andrezinho; Douglas, Nenê e Jorge Henrique (Caio Monteiro 23'/2T); Éderson (Fellype Gabriel 39'/2T). 
Técnico: Jorginho.
ATLÉTICO-GO: Kléver, Matheus Ribeiro, Marllon, Lino e Romário; Pedro Bambu (Luis Fernando 39'/2T), Michel, Marquinho, Jorginho e Gilsinho (Lucas Crispim 29'/2T); Júnior Viçosa (Alison 24'/2T). 
Técnico: Marcelo Cabo.