✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Assista os jogos do seu time no "Futebol ao Vivo" ✠ Clique na aba "Caldeirão Vascaíno" e acompanhe o programa toda segunda feira às 21 hs ✠ Seja um Sócio Torcedor do Gigante da Colina ✠ Clique na aba "Sócio Gigante" e inscreva-se no programa de sócio torcedor do C. R. Vasco da Gama ✠
Clique na Imagem

Com um gol de Thalles, Vasco garante vitória sobre o Paraná

Ataque do Vasco lutou muito para superar a defesa adversaria
Jogando contra o Paraná, em Cariacica, o Vasco entrou em campo precisando de uma vitória, para reagir na competição e superar o momento desconfortável que se encontrava na disputa da Série B. Os primeiros minutos indicavam uma partida tranquila para a equipe de Jorginho, neste sábado, mas o cenário não se mostrou tão favorável assim. Desperdiçando algumas boas oportunidades durante a partida, o Cruzmaltino acabou conseguindo uma vitória apertada por 1 a 0 sobre o Tricolor paranaense, com um gol de Thalles na segunda etapa. O Vasco retorna aos gramados na próxima quarta-feira, diante do Avaí, às 21h45, em São Januário. Com o resultado, o Cruzmaltino chegou aos 57 pontos e se manteve na vice-liderança da competição, atrás do Atlético Goianiense com 61.

Logo no primeiro minuto de jogo o Vasco garantiu sua primeira chance. Nenê cruzou na área, Rodrigo ganhou no alto e tentou deixar para a chegada de Júnior Dutra. O zagueiro protegeu, mas a bola ficou nas mãos do goleiro Marcos.Aos 3, Andrezinho fez um bom passe para Julio Cesar, que cruzou rasteiro na esquerda. A defesa do Paraná apareceu no lance para afastar o perigo.

Aos 9, o Paraná conseguiu a primeira chance no jogo. Marcado por dois, Fernando Karanga conseguiu ficar com a bola e tocar para Diego Tavares. O meia avançou e chutou fraco, Martín Silva não conseguiu ficar com a bola e espalmou pela linha de fundo. Aos 14, Nenê cobrou escanteio e o goleiro Marcos se atrapalhou no lance. No rebote, Willian chutou forte e a bola parou na defesa adversária.

Aos 25, Andrezinho deu um belo passe para Nenê, que cruzou na linha de fundo. Júnior Dutra passou pela bola e Douglas cabeceou forte. O goleiro espalmou e os vascaínos pediram pênalti em disputa na área. O árbitro não marcou irregularidade da equipe do Paraná no lance.

Marcando 30 minutos do primeiro tempo, Júnior Dutra dominou pela esquerda, cortou para o meio e mandou para o gol. Marcos espalmou e a bola sobrou nos pés de Douglas. De frente para o gol aberto, o goleiro mandou para fora. No contra-ataque, Nadson recebeu e arriscou de longe. Martín Silva de esticou e afastou o perigo.

Nos primeiros minutos após a volta para o segundo tempo, o Vasco teve uma boa oportunidade para abrir o placar. Em cruzamento de Luan, Nenê teve uma grande chance dentro da área após uma rebatida da zaga. Marcos saiu bem para efetuar a defesa. Em resposta, Murilo Rangel lançou Lúcio Flávio, que aproveitou o erro do volante Willian e ficou de cara para o gol. O atacante não conseguiu finalizar e a bola ficou com Martín Silva.

O técnico Jorginho promoveu a entrada de Thalles, para mudar o panorama da partida. Aos 14, Júlio Cesar cruzou pela esquerda, a bola passou pelo zagueiro adversário e ficou nos pés do acatante vascaíno, que mandou no fundo da rede e marcou o primeiro gol da partida.

Aos 33, Andrezinho lançou Madson, que matou no peito sozinho na área e finalizou mal. Em seguida o Paraná levou perigo após uma rebatida da zaga vascaína. Nadson ficou com a bola na entrada da área e não conseguiu uma boa conclusão na jogada.

FICHA TÉCNICA

PARANÁ 0 X 1 VASCO
Local: Kléber Andrade, em Cariacica
Árbitro: Marielson Alves Silva
Gol: Thalles (aos 19' do 2º tempo)
Cartão Amarelo: Luan, Rodrigo, Thalles (Vasco) / Fernando Karanga, Lúcio Flávio (Paraná)

Paraná: Marcos; Leandro Silva, Alisson, Pitty, Rafael Carioca; Diego Tavares, Anderson Uchoa (Guilherme Queiroz), Cristian (Murilo Rangel), Nadson; Lúcio Flávio (Fernandes) e Fernando Karanga. Técnico: Roberto Fernandes.

Vasco: Martín Silva; Madson, Luan, Rodrigo, Julio Cesar; Douglas Luiz, Willian (Julio dos Santos), Andrezinho, Nenê; Júnior Dutra (Thalles) e Éderson (Jorge Henrique). Técnico: Jorginho.


Ser Vasco