✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Vasco leva virada do Paysandu no segundo tempo e perde a liderança do Brasileiro


Éderson fez um golaço mas não foi o suficiente para vencer
Após abrir o placar no primeiro tempo com um golaço de Éderson, o Vasco sofreu a virada na segunda etapa e vê agora, pela primeira vez na Série B, algum time à sua frente na tabela. A derrota por 3 a 1 para o Paysandu, nesta terça-feira, fez o Vasco deixar a liderança da competição. Gilvan, Bruno Veiga e João Lucas marcaram para os paraenses. Com este resultado o Vasco chegou ao oitavo jogo sem vencer fora de casa, mantendo os 51 pontos. Como o Atlético-GO venceu nesta rodada e foi aos 52 pontos, o Cruzmaltino deixa a liderança da Série B pela primeira vez em 2016. Agora como segundo colocado, o Vasco tenta voltar aos trilhos no próximo sábado, quando encara o Londrina, às 18h30 na Arena da Amazônia, em Manaus.

O Vasco entrou em campo sob uma forte pressão contra o Paysandu. Com um Mangueirão lotado pela torcida azul e branca, o Cruzmaltino sabia que precisava mostrar um bom futebol para sair com o resultado favorável de Belém. E para diminuir a euforia dos torcedores rivais nada melhor que começar a partida levando perigo no ataque. Madson cobrou lateral na cabeça de Thalles que mandou para o gol e exigiu boa defesa de Emerson.

Mesmo jogando fora de casa, o Vasco dominava a posse de bola, mas não criava tanto. Até que aos 14, Éderson deu um toque de genialidade para resolver tudo. Após cruzamento de Madson, o atacante acertou um voleio sensacional e mandou a bola no ângulo, sem chances para o goleiro do Paysandu. Um golaço para abrir o placar no Mangueirão. Porem, o gol pareceu acordar a equipe paraense. Logo na sequência, Gilvan, de cabeça, levou perigo ao gol de Martin Silva, mas a bola foi para fora. E ficou por isso mesmo no primeiro tempo.

O segundo tempo veio e com ele o Paysandu foi com tudo para cima do Vasco para conseguir o empate. E foram necessários três minutos para consegui-lo. Tiago Luís cobrou falta de fora da área, Martín Silva rebateu e Gilvan com muita esperteza, só empurrou para o gol, fazendo explodir o Mangueirão. O Cruzmaltino tratou de responder logo na sequência, com uma boa cabeçada de Jomar, mas a bola bateu no travessão.

Com o gol, o time do Paysandu empurrado por sua fanática torcida, acreditou que a virada era possível, passando assim a pressionar o Vasco. E a estrela para ajudar a equipe paraense veio do banco. Dado Cavalcanti lançou Bruno Veiga no lugar de Jobinho e no primeiro toque na bola, o atacante fez a festa no Mangueirão. Após cruzamento de Leandro Cearense, a zaga carioca cochilou e deixou o camisa 11 livre dentro da área para apenas escorar para o gol. Virada azul e branca e muita festa em Belém.

Atordoado com o gol, o Vasco via a liderança da Série B escapar pela primeira vez já que o Atlético-GO vencia o seu jogo. Com isso, a equipe de Jorginho precisou acordar e se lançou ao ataque para buscar o empate, e o gol veio com Éderson, mas a arbitragem anulou erroneamente. Depois de escanteio de Andrezinho, Evander desviou na primeira trave e o atacante apenas empurrou para o gol, mas o  assistente anulou o gol alegando impedimento. Porém, o camisa 10 do Vasco estava na mesma linha da bola. Prejuízo para os cariocas.

Com a vantagem no placar, o Paysandu apostava nos contra-ataques para não sofrer muita pressão do Vasco. Completamente aberto e ofensivo, o Cruzmaltino tinha dificuldades em criar chances com a troca de passes e tentava levar perigo principalmente nas bolas paradas. Por duas vezes, Andrezinho e Jomar chegaram perto de conseguir empatar, mas erraram na hora da finalização.

Na base do contra-ataque, João Lucas deu o golpe de misericórdia no Vasco. Após ser lançado livre pela esquerda, o lateral avançou, invadiu a área e no cruzamento, a bola desviou em Luan tirando Martín Silva completamente de ação, selando a vitória do Paysandu.


PAYSANDU 2x1 VASCO

Estádio: Mangueirão
Árbitro: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto
Gols: Éderson (Vasco, aos 14' do 1ºT), Gilvan (Paysandu, aos 3' do 2ºT), Bruno Veiga (Paysandu, aos 20' do 2ºT), João Lucas (Paysandu, aos 43' do 2ºT)
Cartões Amarelos: Gilvan, Augusto Recife, Rodrigo Andrade (Paysandu) e Madson, Yago Pikachu, Diguinho, Julio Cesar (Vasco)

PAYSANDU: Emerson; Edson Ratinho, Gualberto, Gilvan e Lucas (João Lucas); Augusto Recife, Rodrigo Andrade (Domingues), Jhonnatan e Tiago Luis; Jobinho (Bruno Veiga) e Leandro Cearense; Técnico: Dado Cavalcanti

VASCO: Martín Silva; Madson, Luan, Jomar e Julio Cesar; Diguinho (Leandrão), Yago Pikachu (Evander), Andrezinho e Júnior Dutra (Jorge Henrique); Éderson e Thalles;
Técnico: Jorginho