✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Assista os jogos do seu time no "Futebol ao Vivo" ✠ Seja também um Sócio Torcedor do Gigante da Colina ✠ Clique na aba "Sócio Gigante" e inscreva-se no programa de sócio torcedor do C. R. Vasco da Gama ✠
Clique na Imagem

Vasco espera apoio da torcida em jogo decisivo que vale vaga na série A

Maracanã será palco de Vasco x Ceará neste sábado
Se em 2009 o sentimento não parou, em 2016 ele não foi mais o mesmo. A paixão dos torcedores ainda está lá, mas a decepção com mais uma Série B do Brasileiro ficou clara com o pequeno público que foi aos jogos do Vasco em São Januário ao longo do ano. Apesar de toda a insatisfação, que aumentou com a campanha ruim no segundo turno, os vascaínos são considerados peça importante no jogo decisivo diante do Ceará, no sábado. Ainda mais com a transferência para o Maracanã, o que pode fazer com que o clube finalmente tenha um bom público para garantir a vaga na Primeira Divisão na última rodada. A opção pelo estádio está longe de passar pelo apoio da torcida. Pressionado e jogando em clima tenso com o risco de permanecer na Segunda Divisão, o Vasco temia pela segurança em São Januário. Por isso, pediu à CBF a mudança de local, que foi aceita e divulgada ontem. O Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) era favorável à transferência e vai aumentar o efetivo de policiais no dia do jogo.

Agora, resta saber se a torcida acatará o pedido dos jogadores e abraçará o time desta vez. Até agora, o Vasco não conseguiu encher estádio na Série B. A média de presentes é de apenas 5.299 pessoas em 18 jogos (no ano, são 6.046 pessoas por partida).

Para que se tenha ideia da desilusão da torcida, o melhor público na competição foi longe do Rio: 9.022 torcedores no Kléber Andrade, em Cariacica (ES), viram o empate em 1 a 1 com o Sampaio Corrêa. Em seu estádio, foram 9.014 vascaínos na vitória por 4 a 3 sobre o Bahia.

Números muito diferentes de 2009. No auge da campanha ‘O Sentimento não pode parar’, a torcida abraçou o Vasco em sua primeira Série B e foi peça fundamental para o título e o acesso. Com média de 25.658 torcedores, o Cruzmaltino chegou a ter mais de 78 mil vascaínos no jogo de acesso contra o Juventude, no Maracanã. O estádio, inclusive, também foi onde o clube subiu em 2014.

Nesta terça-feira, a diretoria vai divulgar o preço dos ingressos e informações de venda. Apesar da preocupação de prejuízo no Maracanã, o clube deve fazer promoção para levar mais público à partida.

A diretoria decidiu fazer a preparação para o jogo contra o Ceará na cidade de Pinheiral, local onde o clube costuma fazer sua pré-temporada de início de ano. O time viaja hoje para lá, onde ficará em regime de concentração, sem contato com a imprensa.

Nenhum comentário:

Ser Vasco