✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Assista os jogos do seu time no "Futebol ao Vivo" ✠ Clique na aba "Caldeirão Vascaíno" e acompanhe o programa toda segunda feira às 21 hs ✠ Seja um Sócio Torcedor do Gigante da Colina ✠ Clique na aba "Sócio Gigante" e inscreva-se no programa de sócio torcedor do C. R. Vasco da Gama ✠

Vasco vence a Lusa e se classifica para semifinal da Taça Guanabara

Thalles comemora o gol da vitória cruzmaltina
O Vasco dependia apenas dele para garantir uma vaga nas semifinais da Taça Guanabara e apesar da atuação discreta, conseguiu cumprir o seu objetivo. Jogando em casa, o Cruzmaltino venceu a Portuguesa, por 1 a 0, na tarde deste sábado. Thalles marcou o único gol da partida e confirmou a equipe de Cristóvão Borges na fase decisiva da competição. Classificado em segundo lugar no Grupo C, o Vasco espera o resultado da partida entre Flamengo e Madureira, neste domingo, para conhecer seu adversário nas semifinais da Taça Guanabara.

Com a Portuguesa já eliminada antes mesmo do início do jogo e sem pretensão alguma, o jogo foi um ataque contra defesa. Mesmo com o forte calor no Rio, o Vasco adotou uma postura mais agressiva, com quase todos os jogadores no campo de ataque. A primeira chance foi aos seis minutos, quando Jean roubou a bola na frente e chutou no canto, para boa defesa de Luciano.

O goleiro entrou novamente em ação, aos 14 minutos, para salvar o forte chute de Nenê. Por conta do recuo da Portuguesa, o zagueiro Rodrigo também se aventurou ao ataque e acertou a trave. Apesar das falhas nas saídas do gol, Luciano garantia o empate sem gols. Aos 27, foi a vez do goleiro da Lusa defender um bom chute de Bruno Gallo.

A Portuguesa finalizou apenas uma vez no primeiro tempo. Aos 43 minutos, Matias Sosa arriscou de fora da área, mas errou o alvo. Com a necessidade de vencer e não ser surpreendido pelo Resende, já que o Volta Redonda era batido pelo Fluminense, o técnico Cristóvão Borges voltou para o segundo tempo, com Escudero no lugar de Bruno Galo, ficando apenas com um volante.

Mas a mudança não significou melhora. Após um chute errado de Gilberto, foi a Portuguesa quem finalizou, com Romarinho e Fabinho, ambas oportunidades defendidas com tranquilidade pelo goleiro Martín Silva. A torcida começou a demonstrar impaciência com o time, até que aos 16 minutos, Escudero cruzou na medida para Thalles cabecear forte para o fundo da rede, fazendo, Vasco 1 a 0.

Apesar da vantagem, Cristóvão Borges ainda colocou a equipe mais ofensiva com a entrada de Muriqui no lugar de Henrique, mas a falta de criatividade permaneceu. Aos 25 minutos, o time ainda levou novo susto, quando William chutou forte e acertou o travessão.

Nos 15 minutos finais, o Vasco passou a administrar a vantagem que o garantia na semifinal e criou boas jogadas. Escudero teve chance para ampliar o placar, mas preferiu cruzar para Thalles que perdeu uma boa chance do gol.

Aos 39, Muriqui recebeu bom passe de Nenê, mas concluiu mal. Sem correr mais qualquer risco de eliminação, já que o Resende perdia para o Bangu e o Volta Redonda para o Fluminense, o Vasco apenas passou a gastar o tempo até ouvir o apito final que o garantiu na semifinal da Taça Guanabara.


FICHA TÉCNICA
VASCO 1 x 0 PORTUGUESA

ÁRBITRO - Maurício Machado Coelho Júnior.
RENDA - R$ 137,125,00.
PÚBLICO PAGANTE - 5.543 pagantes (6.485 no total).
LOCAL - Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).
GOL - Thalles, aos 17 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS - Jean (Vasco); Peterson e Jacozinho (Portuguesa).
                                                                                                                 
VASCO - Martín Silva; Gilberto, Luan, Rodrigo e Henrique (Muriqui); Jean, Bruno Gallo (Escudero), Guilherme (Wagner), Nenê e Kelvin; Thalles. Técnico: Cristóvão Borges.

PORTUGUESA - Luciano; Pessanha, Marcão, Rodrigo e Jacozinho (Maicon Assis); Márcio Pitbulll, Muniz (Peterson), Romarinho e Fabinho; Matias Sosa (William) e Edu. Técnico Nelson Rodrigues.


Nenhum comentário:

Ser Vasco