✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Assista os jogos do seu time no "Futebol ao Vivo" ✠ Clique na aba "Caldeirão Vascaíno" e acompanhe o programa toda segunda feira às 21 hs ✠ Seja um Sócio Torcedor do Gigante da Colina ✠ Clique na aba "Sócio Gigante" e inscreva-se no programa de sócio torcedor do C. R. Vasco da Gama ✠
Clique na Imagem

Fabuloso desencanta e Vasco conquista a Taça Rio em cima do Botafogo

Douglas fez um gol e foi o melhor em campo
A Taça Rio é do Vasco. A equipe que priorizou a competição, levou a melhor na decisão sobre o Botafogo. Douglas e Luis Fabiano marcaram na segunda etapa e deram ao Gigante da Colina o título do segundo turno do Campeonato Carioca. Com apenas o Campeonato Carioca como prioridade no primeiro semestre, o Vasco volta aos gramados pela semifinal da competição contra o Fluminense que tem a vantagem do empate. Já o Botafogo joga primeiro, pela Libertadores na quinta-feira e depois encara o Flamengo pela semifinal, onde o Rubro-Negro também leva vantagem de poder empatar.

O primeiro tempo entre Botafogo e Vasco foi bastante truncado, com poucas chances para as duas equipes. Com um grupo mais jovem, o Botafogo apostava mais em jogadas de velocidade pelos lados do campo. Já o Vasco buscava centralizar o jogo em Luis Fabiano, que conseguiu levar vantagem na maioria dos lances com os zagueiros alvinegros.

Com a equipe principal, o Vasco buscava o domínio da partida, mas não conseguia criar nenhuma boa oportunidade, o Gigante até teve faltas frontais na entrada da área, já que os defensores do Botafogo tinham dificuldades de ganhar de Luis Fabiano nos lançamentos que o centroavante recebia. Porém, nenhuma dessas cobranças acabou sendo executada com sucesso.

As melhores oportunidades acabaram sendo do Botafogo em duas jogadas de velocidade pelo lado esquerdo. Na primeira, Gilson foi no fundo e cruzou para a cabeçada de Sassá, que foi para fora. Na segunda, Guilherme fez boa jogada e levantou na área, Bruno Silva ganhou de Henrique pelo alto e obrigou a Martín Silva a fazer uma boa defesa.

O Vasco voltou para o segundo tempo mais ligado. Com mais velocidade, a equipe de São Januário passou a dominar a partida, porém, sem conseguir criar grandes oportunidades. A melhor foi em um levantamento de Gilberto, que Luis Fabiano cabeceou para fora.

As coisas começaram a ficar mais complicadas para o Botafogo aos 18 minutos. Marcelo fez falta em Guilherme e recebeu o segundo cartão amarelo, deixando o Glorioso com um jogador a menos na partida.

Aos 29 minutos, o Vasco teve uma boa chance. Henrique fez boa jogada pela esquerda e cruzou, Helton Leite saiu mal e deu um soco, a bola foi para Luis Fabiano, que tentou dar uma bicicleta, mas a bola foi para fora.

Mesmo com um homem a menos, o Botafogo seguia tentando algo. Aos 32 minutos, depois de levantamento na área, Bruno Silva obrigou ao goleiro Martín Silva fazer nova grande defesa, salvando o Vasco.

O Gigante respondeu logo depois. Wagner levantou a bola na área, Douglas desviou e Helton Leite salvou o Glorioso. O Vasco seguia dominando a partida e aos 41 minutos, Nenê cobrou o escanteio, a zaga alvinegra não afastou e o jovem Douglas apareceu dentro da área para conferir, fazendo: Vasco 1x0. Mas ainda haveria tempo para mais um gol. Em belo contra-ataque, Manga Escobar apareceu livre e tocou para Luis Fabiano marcar o seu primeiro gol com a camisa cruzmaltina.

FICHA TÉCNICA:
VASCO 2 x 0 BOTAFOGO
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Cartão Amarelo: Yago Pikachu, Rodrigo, Guilherme Costa, Douglas (VAS); Marcelo, Bruno Silva, Matheus Fernandes, Dudu Cearense, Fernandes (BOT)
Cartão Vermelho: Marcelo, 19'/2ºT (BOT), Bruno Silva, após o apito final (BOT)
Gols: Douglas, 42'/2ºT (1-0) e Luis Fabiano, 47'/2ºT (2-0)

VASCO: Martin Silva, Gilberto, Rafael Marques, Rodrigo e Henrique (Wagner, 34'/2ºT); Jean e Douglas; Yago Pikachu (Manga Escobar, 22'/2ºT), Nenê e Andrezinho (Guilherme Costa, 15'/2ºT); Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes.

BOTAFOGO: Helton Leite, Marcelo, Renan Fonseca, Igor Rabello e Gilson; Dudu Cearense, Bruno Silva, Matheus Fernandes e Leandrinho (Pachu, 40'/1ºT); Guilherme (Fernandes, 20'/2ºT) e Sassá (Tanque, 43'/2ºT). Técnico: Jair Ventura.

Nenhum comentário:

Ser Vasco