✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Vasco perde mais uma e Milton Mendes balança no cargo

Defesa cruzmaltina falhou nos três gols do Bahia
No empate com o Palmeiras, o Vasco mostrou alguma eficiência defensiva, mas foi praticamente nulo no ataque. Milton Mendes teve sete dias para resolver essa questão e achou que mudar o esquema do jogo para um 3-5-2 poderia manter uma defesa mais segura e aumentar a eficiência ofensiva dando mais liberdade para os laterais. Podia dar certo. Mas bastaram 45 minutos para que o Bahia jogasse por terra todo o planejamento do treinador vascaíno. Sofrendo dois gols no primeiro tempo e um terceiro no primeiro minuto da etapa final, o Vasco desabou de vez, ficando sem poder de reação e frágil defensivamente.

A torcida, já revoltada com a inconstância do time, não teve dúvidas em apontar o dedo diretamente para Milton Mendes. E mesmo que não se possa colocar na sua conta as falhas individuais acontecidas nos três gols, é impossível não dar o devido peso ao treinador pela derrota e também pela queda de rendimento do time de um modo geral.

Não podemos ignorar que Mendes teve uma semana inteira apenas para treinar e que nesse tempo todo não teve a percepção de que o 3-5-2 - um esquema que precisa de muito treinamento – poderia não dar certo com a estreia de um zagueiro que há muito tempo não atua em partidas oficiais. Além disso, Mendes mostrou a quantas anda suas convicções sobre como melhorar o time, abandonando completamente o esquema já no intervalo.

Assumindo o comando do time depois da apagada passagem de Cristóvão Borges, ficou fácil para Mendes trazer alguma evolução para a equipe. Passados cinco meses e 27 jogos no cargo, o Vasco de Mendes conquistou apenas 48% dos pontos que disputou. Nesse tempo, nem todos os problemas são sua responsabilidade, como a perda de mandos de campo, a venda de jogadores ou a qualidade técnica do elenco, por exemplo.

Mas os problemas de relacionamento com a equipe, fato que Milton Mendes já teve em outros clubes e a aparente dificuldade para escolher a melhor forma de jogar e ainda a indefinição de um time titular, não podem recair sobre mais ninguém.

É por essas e outras que não se pode dizer que foi apenas a derrota ou mesmo o placar de 3 a 0 para o Bahia que fizeram com que os boatos da demissão de Milton Mendes tenham aumentado logo após a partida. O certo é que hoje a tarde haverá reunião entre diretoria e comissão técnica, onde será decidido o futuro do atual treinador vascaino.

Fonte: espn uol

Nenhum comentário: