✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Oposição lança "Compromisso com o Futuro"

Oposição Vascaína, reuniu em torno de 400 participantes.

Depois da boa campanha na série B e a volta à elite do futebol brasileiro muitos torcedores vascaínos sonharam com dias melhores. Mas, seis meses depois, o que se vê, é um cenário sombrio e um grande pessimismo com relação o futuro do clube.

Nas primeiras sete rodadas do Brasileirão, em 21 pontos disputados, o time conquistou apenas 5 e se encontra na penúltima colocação. Para tentar mudar esse quadro, a chapa da oposição vascaína se reuniu nesta noite de segunda-feira em um clube na Tijuca, para estabelecer novas diretrizes para a próxima eleição.

Atualmente no comando do Conselho de Beneméritos do Vasco, Eurico Miranda disse que "não está voltando, mas já voltou à política do Vasco". O ex-presidente é o principal opositor da gestão de Roberto Dinamite, que assumiu o cargo em 2008.

Durante o encontro, os opositores decidiram não definir o candidato à presidência. Antes, eles aguardarão a decisão judicial sobre quando será a próxima votação, se em novembro ou julho do próximo ano.

Participaram do evento, cerca de 400 vascaínos, entre beneméritos, conselheiros, sócios e torcedores. Durante o encontro, foi lançado o documento "Compromisso com o Futuro".

Veja o conteudo deste documento:

"O CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA passa por um momento decisivo neste início de século XXI. Ou se afirma como a grande instituição que é - diferenciada no cenário esportivo nacional - ou caminhará rapidamente para ser uma agremiação subalterna.

Essa opção subserviente é uma traição aos fundadores do VASCO que se inspiraram no grande navegador e no povo português; traição aos que se levantaram contra as elites e ficaram ao lado de seus atletas - quase todos pobres e negros genuinamente brasileiros - e que para mostrar a nossa força construíram o majestoso Estádio de São Januário sem nenhuma ajuda oficial.

A opção por uma posição subalterna é uma traição aos que - com enorme sacrifício - montaram o Expresso da Vitória para que o VASCO conquistasse o primeiro título do futebol brasileiro no exterior. É uma traição aos que abriram o clube a atletas dos mais diversos esportes e também aos que, depois de um longo período difícil, transformaram novamente o VASCO no principal clube do futebol brasileiro a partir de 1986.

Lamentavelmente, nos últimos dois anos, o VASCO se afastou de suas raízes, perdeu identidade, bajulou as elites na esperança de receber um mísero favor aqui ou ali. O resultado é a rápida descaracterização, o desrespeito aos que construíram o VASCO, a ignorância em relação à história, a deterioração de seu patrimônio e a perda de um corpo funcional exemplar.

Neste momento, as pessoas que construiram o CASACA nos últimos dez anos se juntam a torcedores, sócios, beneméritos, enfim, a todos os vascaínos que querem recolocar o VASCO em seu devido lugar.

Para isso será necessária uma chapa completa às próximas eleições, mas os nomes devem sair no momento certo e fortalecidos por um conjunto de compromissos que aponte para o futuro e que busque no passado a certeza de que o VASCO é uma instituição maior até do que os inúmeros e importantes títulos conquistados.

Somos uma instituição luso-brasileira, que junta o melhor dos dois povos, que nunca se curva à elite racista e que transforma atletas em cidadãos. Nós somos um clube preto, branco e cruzmaltino com sede na zona norte do Rio. Quem quiser outra coisa diferente que vá procurar na zona sul da cidade.

Este são os pontos do COMPROMISSO COM O FUTURO que a futura chapa apoiada pelo Casaca defenderá nas eleições que trarão o VASCO novamente ao topo do esporte brasileiro:

1 - História e Tradição. O VASCO será sempre uma instituição sem fins lucrativos, respeitará o objetivo de seus fundadores de unir brasileiros e portugueses, lutará por todas as conquistas esportivas possíveis, mas não abrirá mão de dar formação cultural às crianças e jovens de nossa sociedade. O VASCO não será empresa, não repassará bens e direitos a nenhuma sociedade. O VASCO é dos vascaínos.

2 - Liderança. O VASCO retomará o seu lugar de liderança política no esporte brasileiro. O clube terá posição sobre os assuntos que o afetam diretamente. O VASCO defende as suas idéias de forma independente, como já o demonstrou com a Carta Histórica que mudou os rumos do futebol brasileiro na década de 20 do século passado.

3 - Comando. O VASCO voltará a ser exemplo de formação e de administração esportiva. O VASCO terá comando, suas ações são ditadas por seus dirigentes e executadas por profissionais. Não há espaço para comandos empresariais paralelos e nem a tomada de decisão pode ser feita por quem é funcionário. Este executa a política traçada por quem foi eleito pelo quadro social.

4 - Estrutura. O VASCO é uma instituição centenária, de relação direta com seus sócios e torcedores. Para isso, voltará a ter uma estrutura funcional exemplar. Não haverá terceirização em setores vitais.

5 - Esporte e Patrimônio. A estrutura de futebol do VASCO será comandada exclusivamente pela direção do clube - da base ao profissional. Este foi o segredo de mais de 100 anos de sucesso. O patrimônio do VASCO, em especial o estádio de São Januário, voltará a ter atenção especial, inclusive com a retomada dos trabalhos para sua modernização. REMO E BASQUETE deverão ter ações específicas que garantam a retomada de seus dias de glória.

Os compromissos acima nos diferenciam claramente da atual administração vascaína e serão a base de mobilização para uma eleição fundamental para os destinos do VASCO.

Estamos abertos a todos os que se identificam com esses pontos. Aqui não haverá perseguição e não haverá rancor. A chapa apontará para o futuro. Mas um futuro de pontos claros. Quem não concorda com eles tem o direito de procurar outra via, mas temos a certeza que o quadro social do VASCO, se chamado corretamente a se pronunciar numa eleição limpa, vai optar por fazer o clube voltar a ser do tamanho do nosso amor por ele.

Assinado: "Movimento de Oposição"

2 comentários:

  1. Você realmente acredita que essa oposição é a solução, capitãniada pelo euvírus? acho dificil isso vir de você brother, mas entendo e respeitarei sua opinião se assim a for.

    Abraço
    Jeferson

    ResponderExcluir
  2. Grande irmão Jeferson!! Esse post é de caráter informativo para a nossa imensa Nação Vascaína tomar conhecimento do que está sendo articulado nos bastidores, pela Oposição Vascaína. Mas não representa a minha opinião. Que fique bem claro a todos.

    Abçss!!

    ResponderExcluir