✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Assista os jogos do seu time no "Futebol ao Vivo" ✠ Seja também um Sócio Torcedor do Gigante da Colina ✠ Clique na aba "Sócio Gigante" e inscreva-se no programa de sócio torcedor do C. R. Vasco da Gama ✠
Clique na Imagem

Vasco sai atrás, reage, mas não evita derrota para o Rubro-Negro

Vasco reagiu, mas não evitou a derrota
No clássico entre Vasco e Flamengo, o time cruzmaltino saiu atrás, reagiu, mas não foi suficiente, sendo derrotado por 4 a 2. Mesmo com o resultado adverso, a equipe de São Januário permanece na liderança do grupo A, com 9 pontos. O próximo jogo dos cruzmaltinos, será no domingo, dia 03-02, quando enfrentará o Bangu, em São Januário, às 19h30, pela quinta rodada da Taça Guanabara.

Logo no início da partida, o Vasco partiu para cima e, aos quatro minutos, após boa jogada pela direita, o goleiro Felipe saiu do gol e praticou a defesa. Aos nove, Bernardo cobrou falta de longe e levou perigo ao gol adversário. No minuto seguinte, em resposta, Hernane dominou e chutou, mas o goleiro Alessandro defendeu sem dificuldade. Aos 13, em contra-ataque rápido, Eder Luis passou pelo marcador e cruzou rasteiro, mas a zaga do Flamengo conseguiu cortar. Por muito pouco o Vasco não abriu o placar.

Seis minutos depois, após boa jogada individual de Abuda, que cruzou para Bernardo, o meia vascaíno driblou e finalizou, mas Felipe defendeu. Na sequência, Léo Moura puxou contra-ataque e tocou para Nixon, que cruzou rasteiro para o meio da área, mas Alessandro se esticou para salvar. Aos 24, após passe em profundidade de Ibson, Rafinha saiu na cara de Alessandro, que conseguiu praticar a defesa, mas, no rebote, Hernane abriu o placar para o Flamengo.

Aos 28, após cruzamento de Wendel, Leonardo subiu junto com o zagueiro González e cabeceou para fora, reclamando de um suposto empurrão do flamenguista. Aos 30, após pressão vascaína, Ibson puxou contra-ataque rápido, tocou para Elias, que tabelou com Rafinha e cruzou para Nixon, que com o peito, empurrou a bola para o fundo do gol, ampliando para o Flamengo. Na sequência, dois minutos depois, Bernardo cobrou falta e Pedro Ken subiu sozinho para diminuir a diferença para o Vascão. Foi o primeiro gol do meia com a camisa do Gigante.

Após o gol, o Vasco ganhou mais confiança. Aos 37, após nova cobrança de falta de Bernardo, a bola desviou no meio do caminho e Felipe conseguiu praticar a defesa. Aos 42, após novo contra-ataque, Hernane invadiu a área e chutou forte para a boa defesa de Alessandro. Aos 47, após dois minutos de acréscimos o árbitro Wagner Nascimento Magalhães encerrou o primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Vasco foi com tudo em busca do empate, mas, aos quatro minutos, após um erro no meio campo, Rafinha recuperou a bola e tocou para Cleber Santana, que bateu de primeira, sem chance para o goleiro Alessandro. Aos sete, Bernardo roubou a bola da zaga do Flamengo e tocou para Eder Luis, que dominou e chutou forte, para a defesa de Felipe. Dois minutos depois, após bom cruzamento de Wendel, o goleiro Felipe saiu mal e não conseguiu cortar, na sobra, Dakson pegou de primeira, mas a bola acabou passando por cima do gol.

Aos 12, em nova cobrança de falta, Bernardo bateu forte e levou perigo para o goleiro Felipe, que conseguiu defender. No minuto seguinte, Bernardo tabelou com Eder Luis e finalizou para a defesa de Felipe. No rebote, Bernardo, de novo, chegou chutando, mas a bola acabou indo para fora. Aos 14, Tenório, em sua primeira jogada, ganhou da zaga e chutou forte, obrigando Felipe a espalmar para escanteio.

Aos 18, quando o Vasco era melhor e pressionava bastante, Rafinha puxou novo contra-ataque e bateu forte no canto direito, ampliando para o Flamengo. Aos 24, Bernardo cobrou falta direta para o gol, mas Felipe ficou com a bola. Aos 27, Dakson recebeu pela direita, ajeitou a bola e deu um lindo chute, sem chances para o goleiro Felipe, marcando um golaço para o Vasco, o primeiro dele com a camisa cruzmaltina.

Aos 32, após belo cruzamento de Abuda, Eder Luis dominou e bateu colocado, mas Felipe se esticou e fez uma difícil defesa, salvando o Flamengo. O Vasco continuou pressionando, enquanto o Flamengo, trocava passes esperando o fim da partida. Aos 42, Bernardo arriscou de longe, e mais uma vez, Felipe defendeu. Quatro minutos depois, após cobrança de escanteio, André Ribeiro cabeceou forte, mas a bola bateu na trave. Aos 48, após três minutos de acréscimos, o árbitro encerrou o jogo.

Fonte: vasco.com.br

Nenhum comentário:

Ser Vasco