✠ Olá visitante, seja bem-vindo ao Blog da Cruz de Malta ✠ Clique em "Futebol ao Vivo" e assista os jogos do seu time em nosso site ✠ Faça a sua inscrição no programa Sócio Torcedor Gigante ✠ Entre em https://socio-vasco.futebolcard.com/ ✠
Clique na Imagem

Vasco volta vencer no Campeonato Brasileiro, 1x0 sobre a Ponte

Leandrão comemora o gol da vitória do Vasco
Acabou o jejum do Vasco no Brasileirão. Foi sofrido, mas após nove jogos, o Cruzmaltino voltou a sorrir nesta quarta-feira ao bater a Ponte Preta por 1 a 0 no Moisés Lucarelli, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O salvador da pátria vascaína foi o recém-chegado Leandrão que marcou o seu primeiro gol com a camisa cruzmaltina. Apesar da vitória, a quarta no Brasileiro, o Vasco segue na vigésima colocação com 16 pontos, mas consegue voltar a pontuar. No próximo domingo, o Cruzmaltino recebe o Atlético-PR, às 16hs, no Maracanã buscando continuar uma arrancada para fugir do rebaixamento.


O JOGO
A partida em Campinas tinha uma escrita incômoda a ser quebrada pelas duas equipes: Um mês sem vitórias no Brasileirão. Vindo de seis derrotas seguidas, o Vasco buscava mais uma vez iniciar sua reação. De início, a equipe Cruzmaltina deu as cartas com mais posse de bola e tentando chegar nas bolas paradas, porém sem efetividade. A primeira boa oportunidade dos cariocas foi com Bruno Gallo, mas o meia foi mal na finalização e mandou para longe.

Com menos posse de bola e tentando explorar contra-ataques, a Ponte Preta só chegou com Adrianinho em falta defendida por Jordi. Após isso, ambos os times abusaram dos passes errados e não conseguiam criar nenhuma boa oportunidade para abrir o placar. Aos 22, Renato Chaves cabeceou firme para ótima defesa do goleiro Cruzmaltino. No lance seguinte, o Vasco respondeu com Leandrão, que parou em boa intervenção de Marcelo Lomba.

Principal peça ofensiva da Ponte Preta, Biro Biro era o único que incomodava a defesa vascaína, armando todas as jogadas da Macaca. Aos 28, o atacante colocou Jordi para trabalhar em chute de longe. Dez minutos depois, novamente o destaque da Macaca apareceu para levar perigo ao gol do Cruzmaltino. O Vasco só voltou a produzir no último minuto do primeiro tempo com Leandrão, que novamente parou nas mãos de Marcelo Lomba. E foi só isso no primeiro tempo de jogo em Campinas.

O cenário no segundo tempo não se alterou com o Vasco dominando a posse de bola, mas sem conseguir criar chances. Já o time da Ponte Preta, tentava chegar em contra-ataques, mas também não era efetivo. Aos 13, Nenê em falta na entrada da área teve ótima oportunidade de abrir o placar, mas bateu à esquerda do gol de Marcelo Lomba.

O jogo seguia morno, mas o que estava difícil para o time de Campinas, acabou ficando pior no minuto seguinte. Diego Oliveira dividiu a bola com Luan e acabou acertando o rosto do zagueiro cruzmaltino. O árbitro viu agressão do atacante da Ponte Preta e mostrou o vermelho, deixando o Vasco em vantagem numérica.

Com um a mais em campo, o Cruzmaltino começou a dominar ainda mais a partida e a partir dos 20 iniciou uma pressão. Primeiro com Riascos em finalização perigosa ao gol. Já na segunda oportunidade, Leandrão não desperdiçou. Madson cruzou para Andrezinho que ajeitou para o camisa 9 na entrada da área, que finalizou com categoria no cantinho, sem chances para Marcelo Lomba. 1 a 0 Vascão.

Com a vantagem no placar, o Vasco não aumentou o ritmo e abusou de perder oportunidades. Sem forças, a Macaca não conseguiu esboçar qualquer reação após o gol sofrido. Já no fim da partida, Rafael Vaz ainda carimbou a trave da Ponte, mas a oportunidade não fez falta aos cruzmaltinos já que a vitória estava garantida, após nove jogos. Foi o primeiro triunfo de Jorginho no comando do Gigante no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 0x1 VASCO
Estádio: Moisés Lucarelli (SP) Público e Renda: 3.961 pagantes/R$ 54.900,00 Árbitro: Diego Almeida Real (RS) Gols: Leandrão (Vasco, aos 29' do 2ºT) Cartões Amarelo: Herrera (Vasco) e Diego Oliveira, Gilson, Ferron (Ponte Preta) Cartões Vermelho: Diego Oliveira (Ponte Preta).

PONTE PRETA: Marcelo Lomba, Rodinei, Renato Chaves, Ferron e Gilson; Josimar, Fernando Bob, Elton (Juninho, aos 19' do 2ºT) e Adrianinho (Keno, aos 15' do 2ºT); Biro Biro (Cesinha, aos 28' do 2ºT) e Diego Oliveira. Técnico: Doriva.

VASCO: Jordi, Madson, Rodrigo, Luan e Julio Cesar; Diguinho (Rafael Vaz, aos 3' do 2ºT), Julio dos Santos (Andrezinho, aos 17' do 2ºT), Bruno Gallo e Nenê; Herrera (Riascos, 17' do 2ºT) e Leandrão. Técnico: Jorginho

Fonte: O Dia

Nenhum comentário: