✠ Bem-vindo ao Blog Da Cruz De Malta ✠ Seja Um Sócio Torcedor Gigante do C.R. Vasco da Gama ✠ Clique no link abaixo e escolha sua melhor opção ✠ Boas Festas e Feliz Ano Novo ✠
https://socio-vasco.futebolcard.com/
Clique na Imagem

19.9.18

Leandro Castan desabafa sobre jejum de vitórias do Vasco no Brasileirão

Leandro Castan busca sua primeira vitória no Vasco.
Faltando 13 rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, o fantasma da Série B assombra São Januário. Em 18º lugar, com 25 pontos, o Vasco, se encontra pressionado pelo jejum de cinco jogos sem vencer. Na próxima segunda-feira, a equipe cruzmaltina vai enfrentar o Bahia, em São Januário, um concorrente direto na luta contra a degola. Em busca da primeira vitória, Leandro Castan desabafou sobre o incômodo jejum. "Eu fico p... da vida, cara. Essa é a verdade. Não gosto de perder nem no treino. Isso me incomoda. Vim para cá para vencer e não vejo a hora de vencer o primeiro jogo", disse Castan.

Com um jogo a menos, o Vasco terá uma série de decisões até dezembro. "Temos conversado para passar confiança a todos. Entender que estamos jogando bem e o que falta é vencer. Chegou o momento de não só jogar bem. Procurar passar tranquilidade para os mais jovens, porque é um momento delicado. São 14 jogos", destacou o zagueiro.

O jejum também pesa sobre Alberto Valentim, que ainda não venceu nos cinco jogos à frente da equipe. A boa atuação no empate com o Flamengo, sábado, em Brasília, renovou a esperança, mas não aliviou a pressão sobre o treinador e sobre os jogadores, cobrados na volta para o Rio de Janeiro.

Daqui até o final da competição o time do Vasco não poderá mais vacilar, tem que se superar em campo e mostrar muita garra para derrotar seus adversários, pois só assim os cruzmaltinos conseguirão sair dessa incômoda posição em que o time se encontra nesse momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Assista os jogos do seu time ao vivo em nosso site.
Deixe seu comentário e vote no Top 30.


✠ O BLOG DA CRUZ DE MALTA SAÚDA A TODOS OS PATROCINADORES DO C. R. VASCO DA GAMA ✠

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •